Últimas

‘Em algum momento eu vou processar’, diz Lula sobre seus algozes na Lava Jato


Com seus  processos anulados e o ex-juiz Sergio Moro declarado suspeito, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) busca mais vitórias judiciais contra seus algozes na Operação Lava Jato. Ele chegou a ser condenado nos processos do triplex de Guarujá e do sítio de Atibaia, mas, por ora, está livre.

“Em algum momento eu vou processar porque nem se for um tataraneto, quinquaraneto, seistaraneto meu, um dia vai ganhar um processo por essa sacanagem que fizeram comigo”, declarou na noite desta quinta-feira (02).

Lula não citou nominalmente quem ele pensa em processar, mas, ao longo da conversa, o petista mencionou Moro. Ele chamou o ex-juiz de mentiroso ao falar porque se entregou à Polícia Federal (PF) e não fugiu do país.

“Eu poderia ter saído do Brasil, poderia ter ido pra outro país, poderia ter ido pra uma Embaixada. Eu tomei a decisão de que eu tinha que ir pra Curitiba, tinha que ir pra Polícia Federal, precisava provar que o Moro era mentiroso, que a força-tarefa de Curitiba era uma quadrilha… Se eu fugisse, ia aparecer uma fotografia minha – o fugitivo – e eu não tenho mais idade pra isso”, justificou o político de 76 anos.

Lula foi preso em 7 de abril de 2018 e passou 580 dias na Superintendência da PF, na capital paranaense. Hoje solto e novamente elegível, ele pode enfrentar Sergio Moro nas urnas. Nenhum dos dois se declarou candidato ao Palácio do Planalto, mas são apontados como tal.

Lula lidera as pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República e Moro despontou como um terceiro nome após se filiar ao Podemos. Além deles, o principal pré-candidato é o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Via PE Notícias

Postar um comentário

Comente!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Petrolândia Notícias