Petrolândia Notícias: Com mais 2.527 casos da Covid-19 e 71 óbitos, Pernambuco totaliza 472.590 infectados e 15.595 mortes

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

sexta-feira, 28 de maio de 2021

Com mais 2.527 casos da Covid-19 e 71 óbitos, Pernambuco totaliza 472.590 infectados e 15.595 mortes

Profissional de saúde realiza teste de Covid-19 do tipo RT-PCR — Foto: Luciano Claudino/Estadão Conteúdo

Mais 2.527 casos da Covid-19 e 71 óbitos provocados pela infecção foram confirmados em Pernambuco nesta quinta-feira (27). Com isso, o estado totalizou 472.590 infectados pelo novo coronavírus e 15.595 mortes devido à doença, números que começaram a ser registrados em março de 2020, no início da pandemia.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que os registros desta quinta-feira (27) incluem 94 (4%) casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 2.433 (96%) quadros leves da Covid-19. Ao todo, Pernambuco contabilizou 44.072 casos graves e 428.518 formas leves da doença.

Com relação às 71 mortes, elas aconteceram entre 23 de setembro de 2020 e a quarta-feira (26).

Os casos do novo coronavírus estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Além disso, o boletim desta quinta registrou um total de 397.051 pacientes recuperados da doença.

Destes, 25.596 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 371.455 eram casos leves.

Mortes

O boletim desta quinta também confirmou 40 mortes de mulheres e 31 de homens.

Essas pessoas moravam em Abreu e Lima (1), Barreiros (1), Belo Jardim (1), Bezerros (1), Caruaru (2), Catende (1), Garanhuns (1), Goiana (1), Gravatá (2), Itapissuma (1), Jaboatão dos Guararapes (11), João Alfredo (1), Lajedo (1), Limoeiro (1), Moreno (1), Olinda (7), Paulista (2), Pedra (1), Petrolina (1), Poção (1), Recife (24), São Caitano (2), Serra Talhada (1), Surubim (1), Tacaratu (2), Toritama (1) e Vertente do Lério (1).

Os pacientes tinham idades entre 23 e 96 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (3), 30 a 39 (4), 40 a 49 (9), 50 a 59 (12), 60 a 69 (17), 70 a 79 (15), 80 ou mais (11).

Do total, 50 tinham doenças preexistentes: diabetes (23), doença cardiovascular (18), hipertensão (18), obesidade (8), doença renal (7), doença respiratória/histórico de doença respiratória (6), câncer (6), tabagismo/histórico de tabagismo (5), histórico de AVC (4), etilismo (3), doença de Alzheimer (2), doença hepática (1), doença multissistêmica (1), doença autoimune (1) e imunossupressão (1).

Um paciente pode ter mais de uma doença pré-existente. Três não tinham comorbidades e os demais seguem em investigação.

Testes

Desde março de 2020, Pernambuco realizou 1.835. 424 testes para detectar a Covid-19.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 29.520 casos foram confirmados e 51.247 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

Vacinação

Desde 18 de janeiro de 2021, Pernambuco aplicou 2.656.224 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 1.751.942 foram primeiras doses.

Ao todo, receberam a primeira dose 273.948 trabalhadores de saúde; 25.497 integrantes de povos indígenas aldeados; 40.841 moradores de comunidades quilombolas; 7.614 idosos em instituições de longa permanência e 584.831 idosos de 60 a 69 anos.

Também forma contemplados 394.345 idosos de 70 a 79 anos; 106.384 idosos de 80 5 a 84 anos; 89.953 idosos a partir de 85 anos; 1.327 pessoas com deficiência institucionalizadas; 10.277 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; 181.781 pessoas com comorbidades; 8.556 pessoas com deficiência permanente; 26.588 gestantes e puérperas.


Em relação à segunda dose, foram beneficiados 212.678 trabalhadores de saúde; 24.964 integrantes de povos indígenas aldeados; 1.188 moradores de comunidades quilombolas; 5.515 idosos institucionalizados e 240.584 idosos de 60 a 69 anos.

Foram imunizados também 299.832 idosos de 70 a 79 anos; 52.934 idosos de 80 a 84 anos; 61.131 idosos a partir de 85 anos, 1.145 pessoas com deficiência institucionalizadas; 4.311 trabalhadores das forças de segurança e salvamento; totalizando 904.282 pessoas que já finalizaram o esquema.

Leitos

Nesta quinta, a taxa global de ocupação de leitos para Covid na rede pública era de 91%. Os hospitais públicos pernambucanos ofertavam, ao todo, 2.992 vagas.

Nesta quinta, havia doentes em 97% das 1.733 vagas de UTIs disponíveis. Também estavam ocupadas 83% das vagas de enfermaria. O estado ofertava, nesta quinta, 1.259 leitos desse tipo.

Na rede privada, a taxa global de ocupação de leitos era de 84%. Os hospitais particulares disponibilizavam, nesta quinta, 699 unidades.

Nas UTIs, a taxa de ocupação de leitos era de 92%. Havia 473 vagas desse tipo. Nas enfermarias privadas, a taxa de ocupação de leitos era de 69% dos 226 vagas abertas.

Do G1/PE