Petrolândia Notícias: Bolsonaro pede para que Pazuello não seja punido e aumenta crise com Exército

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

segunda-feira, 31 de maio de 2021

Bolsonaro pede para que Pazuello não seja punido e aumenta crise com Exército


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ampliou a crise entre o Exército e o Palácio do Planalto ao pedir que o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, não seja punido por comparecer em manifestação bolsonarista, no Rio de Janeiro. 

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, o presidente deu o recado ao próprio comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, durante uma viagem dos dois a São Gabriel da Cachoeira (AM), para inauguração de ponte.

Pazuello é um general da ativa e está no topo da carreira de intendente, sendo o responsável pela logística militar. Já Paulo Sérgio é o seu superior. Com o pedido de Bolsonaro, a já existente crise entre o Planalto e as Forças é agravado.

Pazuello apareceu no ato bolsonarista no último domingo (23). Isso gerou irritação ao Alto-Comando do Exército, composto por 15 generais. O grupo defendeu a punição do ex-ministro, já que, pelo regimento militar, é proibido manifestações políticas de quem estava fardado, podendo ele ser advertido verbalmente, receber uma repreensão por escrito ou pegar 30 dias de cadeia em um quartel.

Via Varela Notícias