Petrolândia Notícias: APROCOCO participa de reunião de líderes de setores estratégicos da Economia Brasileira em debate sobre o futura do País no Pós-Pandemia

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

segunda-feira, 17 de maio de 2021

APROCOCO participa de reunião de líderes de setores estratégicos da Economia Brasileira em debate sobre o futura do País no Pós-Pandemia

Organizado pelo Deputado Federal Jerônimo Goergen (PP-RS) foi realizada na noite da última quinta-feira (13) o encontro virtual intitulado DIÁLOGOS PELO BRASIL com o tema, A CONSTRUÇÃO DO PAÍS QUE QUEREMOS PARA AS PRÓXIMAS GERAÇÕES – Os caminhos que precisamos trilhar para sair da crise e voltar a crescer, gerando emprego e renda para todos os brasileiros. O convidado da noite foi o Sr. Marciano Testa, CEO do Agibank, fundador e presidente do CA do Instituto Caldeira. O encontro contou com a participação de parlamentares, líderes setoriais da indústria, agronegócio e finanças.

As principais ideias compartilhadas pelo Marciano Testa estavam centradas na questão da educação como pilar para a alavancagem da economia do país nos anos vindouros. Pontuou que o Brasil ainda tem uma economia muito baseada no fornecimento de commodities e não agrega valor ao que produz, pondo em risco as gerações futuras. O Brasil precisa de ter um sistema de educação que forme profissionais de alta performance, além de proporcionar um equilíbrio na formação de profissionais das ciências humanas e sociais e das ciências exatas, esta última, deveras escasso. Um país que não gera tecnologia não gera riqueza, portanto, não tem futuro.

Pelo lado da economia atual a preocupação está voltada para a política de juros nos Estados Unidos. Um possível aumento de inflação naquele país levaria ao banco central americano a aumentar a taxa de juros e com isto atrair investidores. O resultado seria uma fuga de capitais dos países emergentes causando uma forte pressão sobre a desvalorização do real, o que pressiona a inflação em nosso país. Apontou que o mercado de capitais no Brasil não está contando com o capital estrangeiro de forma significativa e que os números que obtivemos até agora na Bolsa de Valores nada mais foi do que movimentos internos.

Marciano Testa destacou que o Brasil é um país que permite total mobilidade social a despeito de vários problemas estruturais que temos. Mesmo com uma estrutura administrativa pública caótica e um sistema tributário leonino o Brasil ainda é um país de oportunidades para os empreendedores que desejam investir no país.

Foi pontuado pelo Presidente da APROCOCO BRASIL, Reinaldo Ribeiro, que as elites dos diversos setores do país realizem um amplo debate sobre a importância de remodelar e realizar investimentos racionais em educação, ciência e tecnologia e que seja desvinculado de projetos ideológicos ultrapassados e sem fundamentação científica, no entanto, fundamentalmente embasados por aspectos éticos e morais. Fazer em uma década o que se pretende fazer em 50 anos. A despeito de este tema não gerar interesse nem para as elites produtivas e políticos de uma maneira geral, não importa que este seja um movimento iniciado por uma minoria, mas que seja uma minoria criativa e influente, e que esta demanda deva ser levada ao Parlamento como uma prioridade absoluta para a construção de um futuro auspicioso para Brasil.

Fonte: Redação APROCOCO BRASIL.