Petrolândia Notícias: Nota de Repúdio da Associação PROVIDA a não vacinação dos povos indígenas da Aldeia Angico Pankararu da cidade de Petrolândia-PE

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

segunda-feira, 26 de abril de 2021

Nota de Repúdio da Associação PROVIDA a não vacinação dos povos indígenas da Aldeia Angico Pankararu da cidade de Petrolândia-PE

NOTA DE REPÚDIO

A ASSOCIAÇÃO DOS PROMOTORES DA CULTURA E DA CIDADANIA - PROVIDA – vem a público repudiar veementemente a ação de descumprimento do Plano Nacional de Vacinação que prioriza o índio como estando em terceiro lugar na tabela de grupos a serem imunizados com a vacina contra o COVID-19. Ação esta que levou à NÃO VACINAÇÃO do povo indígena Angico Pankararu da cidade de Petrolândia-PE. O motivo inicial seria problemas com documentação de terras, mas o supremo já autorizou a vacinação, indo assim, os órgãos competentes, contra uma decisão judicial. A prática de discriminação étnico-racial é tratada judicialmente; trata-se de crime inafiançável e imprescritível, conforme determina o artigo 5º da Constituição Federal. A PROVIDA jamais deixará de se pronunciar diante de tais atos e não poupará esforços para combater quaisquer ações que venham a sofrer os nossos Povos Tradicionais Brasileiros, nesta ou em qualquer outra circunstância.

Claudia Leal / Associação PROVIDA

Social