Petrolândia Notícias: Nascidos em junho começam a receber auxílio emergencial neste domingo

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

domingo, 18 de abril de 2021

Nascidos em junho começam a receber auxílio emergencial neste domingo


Brasileiros nascidos em junho começam a receber neste domingo (18) a nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da composição familiar.

A rodada começou a ser paga no dia 6 de abril. Os beneficiários que são inscritos no Bolsa Família começaram a receber o auxílio na sexta-feira (16).  É possível sacar diretamente o dinheiro nos 10 últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS). O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.

O beneficiário pode verificar aqui o calendário completo de pagamentos.

O montante pago neste domingo ficará disponível em conta poupança social digital da Caixa. Pode ser usado para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências serão liberados a partir de 4 de maio. A Caixa recomenda não ir presencialmente às agências para evitar aglomerações.

Só ganharão o novo auxílio em 2021 àqueles que tinham direito reconhecido ao benefício em dezembro de 2020. Ou seja, nesta 2ª fase do pagamento, não será possível solicitar o benefício pela 1ª vez ou fazer novo cadastro.

O trabalhador demitido depois de dezembro de 2020 não poderá ter acesso ao auxílio emergencial, só ao seguro-desemprego. A consulta para verificar se a pessoa tem direito ao benefício pode ser feita pelo sistema do Ministério da Cidadania ou no site da Caixa.

PAGAMENTO NA PRÁTICA

Pelo novo desenho, o governo vai pagar 4 parcelas – de R$ 150 a R$ 375– a 45,6 milhões de pessoas. Eis a divisão:

R$ 150 – quem mora sozinho;

R$ 250 – famílias com mais de um integrante;

R$ 375 – mulheres que são as únicas provedoras de suas famílias.

Via PE Notícias 

Social