Petrolândia Notícias: Irmão de Wilson Witzel é preso por posse ilegal de arma durante operação em Jundiaí

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 22 de abril de 2021

Irmão de Wilson Witzel é preso por posse ilegal de arma durante operação em Jundiaí


Irmão de Wilson Witzel é preso por posse ilegal de arma durante operação em Jundiaí — Foto: Luis Xiru/TV TEM

O sargento da Polícia Militar Douglas Renê Witzel, irmão do governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel, foi preso na manhã desta quinta-feira (22), em Jundiaí (SP), por posse ilegal de arma.

Ele é um dos alvos da Operação Rebote, deflagrada pelo Ministério Publico Estadual e pela Corregedoria da PM. O sargento Witzel foi levado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí e, em seguida, será transferido para o presídio militar Romão Gomes, na capital paulista.

De acordo com o boletim de ocorrência, havia um mandado de busca e apreensão, expedido pela Justiça Militar, em desfavor de Douglas após uma investigação ter identificado o envolvimento de policiais militares em furtos de caixas eletrônicos. O superior hierárquico desses PMs era Douglas.

Irmão de Wilson Witzel é preso por posse ilegal de arma durante operação em Jundiaí — Foto: Luis Xiru/TV TEM

Quando os policiais chegaram ao local da realização das buscas nesta quinta, foram atendidos pelo próprio sargento. Dentro da residência dele foi encontrado um revólver calibre 38, com a numeração raspada e municiado com seis cartuchos intactos.

Também foram localizados um simulacro de pistola, uma munição íntegra calibre 32 e dezenas de cartuchos deflagrados, de calibres 380, 38 e 40. A arma e as munições estavam em um guarda-roupas, no qual também estavam guardadas as coisas da PM a ele pertencentes.

Douglas alegou que não sabia que o revólver estava no local e que a arma seria do sogro dele, já falecido. Ele foi levado para a delegacia, juntamente com a arma, as munições, o simulacro e os demais cartuchos deflagrados, que foram apreendidos.

Saiba mais no G1

Social