Petrolândia Notícias: Corpo de mulher desaparecida após cair em buraco durante fortes chuvas é encontrado em Garanhuns

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 22 de abril de 2021

Corpo de mulher desaparecida após cair em buraco durante fortes chuvas é encontrado em Garanhuns

Corpo da mulher que caiu em um buraco durante as chuvas em Garanhuns foi encontrado às margens do Rio Mundaú — Foto: Joab Alves/TV Asa Branca


Foi encontrado por volta das 10h desta quinta-feira (22) o corpo de uma mulher de 23 anos que estava desaparecida desde a noite da quarta (21) em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela caiu em um buraco durante as fortes chuvas que foram registradas no Centro da cidade.


O corpo foi encontrado às margens do rio Mundaú, após cerca de 14 horas de buscas, próximo a uma estrada que dá acesso ao centro da cidade.


O meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Thiago do Vale, disse que, nas últimas 24 horas, as estações de monitoramento registraram chuvas de 38 mm e 75 mm em Garanhuns. Essas chuvas ocorreram de forma isolada. A previsão para esta quinta é de continuidade das chuvas no início da tarde e início da noite, com intensidade fraca a moderada.


Buraco onde a mulher caiu em Garanhuns aumentou durante as fortes chuvas no município — Foto: Joab Alves/TV Asa Branca


Ao G1, os bombeiros informaram que a mulher estava junto com outras pessoas tentando retirar um carro do buraco. O veículo estava estacionado na rua Antônio Paulo de Miranda e havia sido arrastado pela força da água. Ainda não se sabe de quem era o automóvel.


Por meio de nota, a Prefeitura de Garanhuns disse ao G1 que, devido às chuvas, "o calçamento afundou e criou uma cratera", causando uma infiltração que rompeu tubulações e causou "diversos estragos no município". "Um outro buraco estava isolado com cavaletes, não sendo o mesmo do acidente desta noite", destacou a nota.


SAIBA MAIS NO G1 DE CARUARU

Social