Petrolândia Notícias: Cidades do Agreste pernambucano recebem sementes do Programa Campo Novo

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 22 de abril de 2021

Cidades do Agreste pernambucano recebem sementes do Programa Campo Novo

Os municípios de São João e Lagoa do Ouro, no Agreste do Estado, recebem nesta quinta-feira (22) sementes do Programa Novo Campo, do governo estadual. A entrega será feira pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), através do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), que detalhou o investimento na iniciativa de “R$ 1.984.935,00 no Agreste e R$ 2.376.800,00 no Sertão, totalizando R$ 4.361.735,00”.

Em toda a região Agreste, serão distribuídos 355.410 quilos de sementes, montante que beneficiará cerca de 60 mil famílias de agricultores. “Serão 259.310 quilos de sementes de milho, 50.000 quilos de sementes e sorgo e 46.100 quilos de sementes de feijão”, diz a pasta.

Amanhã, contudo, serão entregues 20.200 quilos de sementes de sorgo, feijão e milho, insumos que chegarão a aproximadamente 3.400 agricultores da região. “Em Lagoa do Ouro serão 6.500 quilos de sementes, sendo 1.000 quilos de sorgo, 500 quilos de feijão e 5.000 quilos de milho. Em São João serão 13.700 quilos, sendo 1.500 quilos de sorgo, 9.200 quilos de feijão e 3.000 quilos de milho”, especifica a SDA.

“Mesmo diante da pandemia, o Governo de Pernambuco e a SDA mantêm o compromisso de apoiar a Agricultura Familiar, mantendo a distribuição de sementes, observando as normas de segurança sanitária e a entrega no período da quadra chuvosa do Sertão”, afirma Kaio Maniçoba, presidente do IPA.

Sertão

Em fevereiro, no Sertão, 385.000 quilos de sementes de feijão e 124.000 quilos de sorgo foram distribuídos, ação que atingiu 85 mil famílias.

“Criado em 2019, o Programa Campo Novo tem como foco a entrega das sementes exatamente no início da quadra chuvosa, permitindo o plantio durante esse período no Semiárido do Estado. Só no ano de 2020, o programa distribuiu 75 toneladas de sementes de sorgo, que permitiu o cultivo de 7.500 hectares de sorgo forrageiro, produzindo cerca de 337 mil toneladas de matéria verde”, explica o governo estadual.

Via PE Notícias



Social