Petrolândia Notícias: Trump e Melania foram vacinados em janeiro

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quarta-feira, 3 de março de 2021

Trump e Melania foram vacinados em janeiro


Uma das últimas ações de Donald Trump como presidente dos EUA foi revelada nesta segunda-feira, mais de um mês depois de deixar o cargo: segundo assessores do republicano, ouvidos por diversos órgãos de imprensa no país, ele e a ex-primeira-dama, Melania Trump, foram vacinados antes de deixarem a Casa Branca. Não se sabe se eles receberam as duas doses necessárias ou mesmo com qual vacina foram imunizados. O ex-presidente não comentou a informação.

Os dois foram infectados pela Covid-19 no ano passado, e Trump chegou a ser internado por precaução – o ex-presidente nunca defendeu medidas de controle da doença, como o distanciamento físico, o fechamento de atividades não essenciais em momentos de alta e, em especial, as máscaras.

Foram raros os momentos em que ele foi visto usando a proteção, e, mesmo depois de deixar o hospital, ainda com o vírus no organismo, tirou a máscara para fotos. Além disso, o avanço da doença nos EUA não impediu que fizesse reuniões com centenas de convidados nos jardins da Casa Branca, algumas delas servindo como focos de infecção, como na apresentação da então indicada à Suprema Corte, Amy Coney Barrett.

Por outro lado, Trump, que no começo da pandemia chegou a propagandear a cloroquina como um medicamento “milagroso” para a Covid (postura silenciosamente abandonada meses depois), via no desenvolvimento rápido de uma vacina uma ferramenta que o ajudasse a garantir mais quatro anos no cargo: seu plano apelidado de Operação Velocidade de Dobra destinou pelo menos US$ 12 bilhões para acelerar a produção de imunizantes, de preferência para que começassem a ser aplicados antes da votação de novembro de 2020.

Via Blog do Magno

Social