Petrolândia Notícias: Por que o governador Paulo Câmara abomina as estradas de Pernambuco?

CLIMAGEM

CLIMAGEM















terça-feira, 9 de março de 2021

Por que o governador Paulo Câmara abomina as estradas de Pernambuco?

 

No início do ano de 2019 o governo Paulo Câmara fez um alarde pela imprensa quando lançou o Programa Caminhos de Pernambuco. Orçado em R$ 505 milhões. A “promessa” do programa lançado seria buscar fazer obras corretivas e preventivas em 365 rodovias do estado até 2022.

Pois bem, se passaram mais de um ano da promessa e o que vemos hoje são as tábuas de pirulitos Pernambuco afora. São denuncias diárias de motoristas que usam as estradas no seu dia a dia. São carros danificados, pneus estourados, suspensão quebradas… E por ai vai.

Há pouco mais de dois meses escrevemos aqui denunciando o descaso do governo Paulo Câmara, que muitos pernambucanos o estão batizando de Paulo Câmara “lenta”, por não está fazendo nada pelo estado e quando faz, é coisa pela metade, com um começo sem fim.


As fotos em tela são do início da tarde desta segunda-feira (08), tiradas por leitores do Blog PE Notícias, sendo duas no Agreste, e a outra (abaixo), enviada de outra parte do estado, no Sertão Central, para não deixar dúvidas do abandono do governador Câmara lenta.

A ausência de acostamento e o mato em excesso nas rodovias de Pernambuco são visíveis à necessidade de reparos permanentes nas estradas. A secretária Estadual de Infraestrutura, Fernandha Batista, parece que aprendeu os ensinamentos dos discursos vazios, das promessas sem condições de cumprir num aparente sinal de que não está nem ai para o povo do interior que trafegam pelas tábuas de pirulitos, que insiste em chamar de PEs.


Veja o que disse a secretária em 2019 quando começaram com as promessas mirabolantes: “até 17 de junho, a previsão é ter 1.248 profissionais atuando na recuperação de rodovias em todo o estado, fazendo manutenções corretivas e preventivas nas estradas sob responsabilidade estadual. É um programa que tem sido monitorado pessoalmente pelo governador Paulo Câmara”, achando a secretária, que um cidadão de boa memória iria acreditar nas suas falácias.

No primeiro ano de execução do programa, a expectativa era recuperar 2 mil quilômetros de rodovias. Manda uma fiscalização saber quantos quilômetros foram feitos? A prova estão nas fotos enviadas.

Por Pedro Araújo | Via PE Notícias

Nenhum comentário: