Petrolândia Notícias: Marília Arraes pode ser expulsa do PT

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

domingo, 7 de março de 2021

Marília Arraes pode ser expulsa do PT


No sábado (06), o Partido dos Trabalhadores decidiu por 16 a 4, abrir processo na comissão de ética contra a deputada federal por Pernambuco, Marília Arraes.

Correligionários da deputada questionam seu comportamento na disputa por uma cadeira na mesa diretora da câmara federal, o questionamento está sendo feito pela Tendência do Partido dos Trabalhadores Avante de Sergipe – que tinha um candidato escolhido pela sigla para concorrer ao cargo que Marília disputou e foi eleita.

O comportamento de Marília Arraes já vem sendo questionado por integrantes do partido desde 2018, quando a sigla trabalhava a construção de uma ampla aliança em tono do nome de Fernando Haddad para presidência da república. Muitos analisaram que Marília prioriza apenas seus interesses pessoais, colocando em risco algo bem maior que é um projeto de interesse coletivo.

Conversamos com algumas lideranças do PT em Pernambuco, todos foram enfáticos ao afirmarem que o partido não vai fechar os olhos para algo que eles classificam como grave. Uma dessas lideranças lembrou que para não permitir certas contaminações internas, o PT expulsa até mesmo quem está no exercício de mandato, aí lembrou o ex-prefeito de Orocó Reginaldo Crateú.

Marília Arraes é neta do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes, foi vereadora do Recife por 3 mandatos e em 2018 foi eleita a única mulher do estado para a câmara federal. Ela ficou naquele pleito eleitoral com a segunda maior votação, perdendo apenas para o primo João Campos atual prefeito do Recife que por sinal derrotou a mesma no segundo turno.

Via Didi Galvão

Social