Petrolândia Notícias: Após rumores de lockdown, Paulo Câmara descarta fechamento maior em Pernambuco no momento

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quarta-feira, 10 de março de 2021

Após rumores de lockdown, Paulo Câmara descarta fechamento maior em Pernambuco no momento


Após rumores de lockdown começarem a se espalhar, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), foi às redes sociais, nesta terça-feira (9), descartar a possibilidade, por enquanto, de restrições mais fortes no Estado. Até dia 17 de março, está valendo um decreto que proíbe atividades não essenciais das 20h às 5h durante a semana, e ao longo de todo o dia nos sábados e domingos em todo o território pernambucano. 

“Por enquanto, as medidas restritivas já anunciadas permanecem: só serviços essenciais das 20 às 5h, de segunda à sexta-feira e no próximo final de semana manteremos o fechamento total das atividades não essenciais”, explicou o governador.

Por enquanto, as medidas restritivas já anunciadas permanecem: só serviços essenciais das 20 às 5h, de segunda à sexta-feira e no próximo final de semana manteremos o fechamento total das atividades não essenciais.

Pernambuco segue com alta taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) nas redes pública e privada, apesar da abertura de novas vagas nos últimos dias. E o número de pacientes com suspeita ou confirmação da covid-19 não para de crescer. Diante do risco de colapso, o governador anunciou, nesta terça à noite, que 90 novos leitos estarão disponíveis até a próxima sexta-feira (12). O Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) também confirmou que vai abrir mais leitos de UTI pediátrica para crianças com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

“Nos últimos dez dias, abrimos 106 leitos de UTI em Pernambuco. Até a próxima sexta-feira, outros 90 novos leitos devem entrar em operação. Continuamos aumentando nossa capacidade de atendimento e analisando os números da pandemia, dia a dia”, declarou Paulo Câmara, pelo Twitter.

Na segunda-feira (08), o Estado contava com 1.068 leitos de UTI. A taxa de ocupação estava em 95%. Nesta terça-feira (09), o número passou para 1.090. Mesmo assim, a taxa permaneceu a mesma – comprovando que os casos graves da covid-19 aumentam no Estado. Na rede privada, a taxa de ocupação é de 91%.

Já entre os leitos de enfermaria, na rede pública, Pernambuco conta no momento com 1.026. A taxa de ocupação, nesta terça, era de 84%.

O aumento do número de crianças com suspeita ou confirmação da covid-19 também fez o Imip anunciar, em caráter de urgência, a abertura de uma UTI pediátrica especialmente para atender os pacientes com a doença. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), atualmente há 31 leitos em todo o Estado para crianças. Nesta terça, havia apenas cinco vagas disponíveis.

O Imip não informou detalhes de quantas vagas serão abertas nem como será a estrutura que vai abrigar os pacientes. No comunicado à imprensa, disse que está selecionando médicos para compor a equipe que vai atuar nesse tratamento. Os interessados podem cadastrar o currículo no site www.imip.org.br/trabalheconosco. Dúvidas sobre a seleção podem ser tiradas por meio do telefone (81) 2122-4178.

Petrolina

O município de Petrolina, no Sertão do Estado, que chegou a 100% de ocupação dos leitos e ainda apresentou lista de espera na última segunda-feira, anunciou também a abertura de mais dez vagas de UTI para pacientes com a covid-19. A ampliação será possível por meio de parceria entre o município e o governo do Estado.

Segundo o prefeito Miguel Coelho, Petrolina passará a ter 54 vagas na UTI. Os leitos devem ser abertos hoje, após negociação com a direção do Hospital Promatre de Juazeiro. A prefeitura entrará com a infraestrutura de equipamentos e o Governo do Estado com as demais despesas. Ainda há a previsão de abertura de outras dez vagas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Petrolina – sob a responsabilidade do Estado.

“É importante lembrar ainda que o número de internações é crescente, então, em pouco tempo, essas vagas devem ser preenchidas”, declarou o prefeito Miguel Coelho.

DO JC Online


Social