Petrolândia Notícias: Bolsonaro hoje em Sertânia, é a primeira visita ao Nordeste em 2021

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Bolsonaro hoje em Sertânia, é a primeira visita ao Nordeste em 2021


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cumpre, hoje, agenda no município de Sertânia, no Sertão do estado. O objetivo da visita, a primeira do chefe do Executivo ao Nordeste em 2021, é de participar do início de testes e pré-operação do 1° trecho do Ramal do Agreste, na Estrutura de Controle do Reservatório Barro Branco. O governador Paulo Câmara (PSB) não estará acompanhando o presidente da República. Representando o governo do estado, seguirá a presidente da Compesa, Manuela Marinho. 

De acordo com a assessoria do governador Paulo Câmara (PSB), “o cerimonial do Planalto mandou convite somente na quarta-feira à noite”. E, devido ao momento de pandemia em Pernambuco, que não permite atividades que gerem aglomerações, o governador não irá participar do evento em Sertânia. 

Não é a primeira vez que o presidente vem ao estado e a informação de sua visita não passa pelo Palácio das Princesas. Sobre a visita de outubro passado, por exemplo, Paulo Câmara só ficou sabendo da chegada de Bolsonaro há Pernambuco um dia antes. Nos bastidores, há quem lembre os burburinhos causados pela ausência do governador no evento. Por outro lado, à época, aliados como Fernando Bezerra Coelho (MDB) e o deputado federal André Ferreira (PSL) se fizeram presentes. 

Além do presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, também deve participar do encontro. A última visita de Bolsonaro ao estado foi em outubro passado em São José do Egito, no Sertão. Ele veio inaugurar a segunda etapa do Sistema Adutor do Pajeú.

A Obra

A obra que o presidente Bolsonaro visita conta com 70,8 quilômetros de extensão e capacidade de vazão de 8 mil litros de água por segundo. Quando finalizado, o Ramal do Agreste levará as águas do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco à região de maior escassez hídrica de Pernambuco, podendo atender 68 cidades e mais de 2,2 milhões de pessoas por meio da Adutora do Agreste. No total, o Ramal está orçado em R$ 1,67 bilhão e mobiliza cerca de 2,6 mil trabalhadores.

Via PE Notícias

Social