Petrolândia Notícias: Jatobá: Mulher que foi dada como morta liga para os familiares e diz: “Eu Não Morri, Estou Bem”

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

Jatobá: Mulher que foi dada como morta liga para os familiares e diz: “Eu Não Morri, Estou Bem”

 

Denise Maria do Nascimento é da Volta do Moxotó, município de Jatobá e aparece entre as listas de mortos no acidente. Família acredita em falta de atenção.

Dada como morta pela imprensa mineira e reproduzida por outros estados, a família de Denise Maria do Nascimento, foi surpreendida com uma ligação da mulher que tranquilizou os familiares e disse estar bem. 

Denise ocupava uma das poltronas do ônibus que caiu em um viaduto na cidade de João Monlevade, em um trecho da BR-381, ela retornava para São Paulo, onde residia com a mãe e acabou tendo múltiplas fraturas e encontra-se internada no Hospital João XXIII. 

A reportagem do italotimoteo.com.br, uma amiga de Denise Maria disse que quando soube que ela ocupava o ônibus e posteriormente ao ver a lista de mortos e o nome dela está incluso ficou preocupada e muito emocionada, mas ao falar com uma prima da Denise obteve a informação que ela havia ligado para a mãe que estava em São Paulo e que havia tranquilizado ela. 

Em um áudio da mãe de Denise, ela conta que chegou a ser procurada por uma equipe da Rede Globo, e na entrevista ela repassou a informação que a filha estava viva. 

Nossa reportagem tentou um contato com a Polícia Civil de Minas Gerais, mas nossas ligações não foram atendidas. Já a família, acredita que por conta da quantidade de corpos e como Denise Maria foi socorrida desacordada, houve algum descuido e acabaram a tratando como morta.

Fonte: Ítalo Timóteo 

Social