Petrolândia Notícias: COLUNA 'BASTIDORES DA POLÍTICA': Confira tudo o que aconteceu na política de Petrolândia e região nessa última semana

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

segunda-feira, 7 de dezembro de 2020

COLUNA 'BASTIDORES DA POLÍTICA': Confira tudo o que aconteceu na política de Petrolândia e região nessa última semana


RECOMENDAÇÃO

Na última sexta-feira (4), o MP divulgou recomendações a serem adotados nas transições de mandatos de Prefeitos e de Presidentes de Câmaras Municipais de Jatobá e Petrolândia. Das várias recomendações, segundo o MP, deverão ser disponibilizados à Comissão de Transição dos prefeitos de Petrolândia e Jatobá o Plano Plurianual (PPA); a relação atualizada dos bens móveis e imóveis que compõem o patrimônio do Poder Executivo e a apresentação da relação dos servidores efetivos e contratados. O mesmo documento recomenda que seja assegurada pelo gestor(a) que deixará o cargo, a manutenção dos serviços básicos essenciais ao município e a folha de pagamento dos servidores em dia.

SECRETARIADO

O prefeito eleito de Petrolândia, Fabiano Marques (PTB), apresentou à população seu secretariado que tomará posse no dia 1º de janeiro. Alegando ter escolhido os(as) secretários(as) pelo perfil técnico, das 12 secretarias que integrarão o novo governo de Petrolândia, Fabiano nomeou 6 mulheres, ou seja, 50% do secretariado. As mulheres que farão parte do primeiro escalão do governo serão: Meirielly Cruz (Desenvolvimento Social), Maria Helena (Cultura), Eliana Carvalho (Finanças), Janilde Carvalho (Administração), Ana Patrícia (Saúde) e Mayara Inês (Assuntos Jurídicos).

PREGO BATIDO, PONTA VIRADA

Na última terça-feira (1), o grupo de vereadores formado por Dedé de França (MDB), Técio de João Vicente (PSB), Said Sousa (PODEMOS), Adelina Martins (PODEMOS), Gil da Cesta Básica (PSL) e Evaldo da Melancia (SD) se reuniram para tratar da escolha dos nomes da mesa diretora da Câmara. Na ocasião, houve um entendimento do grupo para eleger Dedé de França o próximo Presidente da Câmara. Os cinco vereadores e a vereadora totalizam 6 votos, maioria necessária para eleger Dedé como presidente no dia da votação para a mesa.

NÃO CONVENCEU

A sessão da Câmara de vereadores de Petrolândia da última quarta-feira (2) deu o que falar. Representantes da sociedade civil foram impedidos de acompanhar presencialmente a sessão plenária por que uma portaria da Câmara impedia eventos presenciais. Até aí tudo bem, se a portaria apresentada não impedisse também a presença física dos vereadores que deveriam fazer as reuniões plenárias remotamente. O Presidente Joilton Pereira (PTB), que nunca foi muito de dar satisfação à população, publicou uma nota sobre o ocorrido, mas não convenceu. Definitivamente, política não é para amadores.

CRÉDITO SUPLEMENTAR

As últimas sessões do quadriênio 2017-2020 da Câmara de Petrolândia não deixaram ninguém morrer de tédio. As últimas sessões da Câmara tiveram discussões sobre 5% de crédito suplementar para Janielma Souza (PSB), portões fechados para a população, choro de mentira, e recentemente, aprovação de até 50% do crédito suplementar para o próximo gestor. Trocando em miúdos, Janielma solicitou um crédito suplementar e recebeu a aprovação de 5% pela Câmara. Já Fabiano, terá até 50% de crédito suplementar, se precisar.

ENCONTRO

Num encontro ousado do ponto de vista político, a prefeita eleita de Floresta, Rorró Maniçoba (PSB) reuniu na última quinta-feira (3), prefeitos eleitos e reeleitos da região com o objetivo de dialogar sobre os desafios e possibilidades dos gestores a partir de 1° de janeiro. O encontro contou com especialistas de diversas áreas como saúde, consórcios, contabilidade, linha de crédito agrário, administração pública, gestão legal, entre outros. Estiveram presentes os prefeitos eleitos e reeleitos das cidades de Belém do São Francisco, Cabrobó, Carnaubeira da Penha, Ibimirim, Inajá, Itacuruba, Mirandiba, Santa Cruz da Baixa Verde, Tacaratu e Triunfo.

ELEIÇÕES NO RECIFE

João Campos saiu vitorioso no segundo turno das eleições no Recife. Agora eleito, João Campos terá que trabalhar dobrado para recompor as finanças municipais desbastadas pela gestão Geraldo Júlio para elegê-lo. Além disso, terá que limpar a ficha do padrinho junto à opinião pública local por gastos exagerados, licitações malfeitas e dívidas com médicos que operaram os hospitais de campanha durante a pandemia. Se o plano de poder do PSB continuar, Geraldo Júlio de mais rejeitado, terá que ser o mais bem quisto na campanha de 2022.

CLÁUSULA DE BARREIRA

A cláusula de barreira impediu que os partidos fizessem coligações para disputar as últimas eleições municipais, no sistema proporcional. Para as eleições de 2022, a cláusula se estende às disputas para deputado estadual e federal. Ou seja, cada partido terá de disputar as eleições individualmente. Os partidos que já estão enfrentando dificuldades, se não alavancar seus desempenhos em 2022, podem desaparecer do mapa eleitoral. O partido Novo, que teve seu registro deferido pelo TSE em 2015, se não eleger deputados, não terá tempo para envelhecer.

Redação: Ronald Torres (colaborador e colunista do Blog PN) e Alex Santos (Repórter/Blogueiro)

Social