Trending


CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

Social



domingo, 22 de novembro de 2020

Riacho do Navio e Rio Pajeú com muita água neste último sábado (21); Assista os vídeos

Na manhã desta sábado dia (21), o Riacho do Navio e Rio Pajeú com muita água. Alegria geral para os sertanejos da região.

O Riacho do Navio é um curso de água intermitente e afluente do rio Pajeú, que atravessa o sertão pernambucano. Sua fama se deve à música "Riacho do Navio", composta pelo Rei do Baião Luiz Gonzaga em parceria com Zé Dantas.

O riacho recebe esse nome por causa de uma pedra localizada na Fazenda Algodões, na zona rural de Floresta, que dizem lembrar um navio.

Há quem diga que o pai de Luiz Gonzaga, Januário, é natural de Floresta e que Luiz, uma vez tendo passado pela cidade, fez essa música em sua homenagem e ao Riacho do Navio. Esta música propõe a filosofia de voltar para o simples, quando sugere que "se fosse um peixe" trocaria o imenso mar pela simplicidade do riacho do Navio; mas, para isso, o tal peixe mencionado na música teria, para tanto, o desafio de nadar contra as águas. Contudo, ao chegar no riacho, teria vida simples em seu "ranchinho".

Luiz Gonzaga também canta a cidade de Floresta na música "Meu Pajeú", onde ele menciona a saudade que tem pelo Nordeste enquanto vive no Sul, mas no dia em que voltar fará uma seresta e irá rezar uma novena ao Bom Jesus dos Aflitos, padroeiro de Floresta.



Fonte: O Povo com a Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!