Trending


CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

Social



quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Polícia Federal e Força Nacional prendem nove pessoas no Grande Recife


A Polícia Federal (PF) e a Força Nacional de Polícia Judiciária, do programa “Em Frente, Brasil”, deflagraram, nesta quinta-feira (05), a operação Pax Paulista, contra suspeitos de tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio em Paulista, no Grande Recife. Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão, que resultaram em duas prisões em flagrante, e 16 de prisão, sendo nove para pessoas que já estavam presas.

De acordo com a PF, as investigações duraram um ano e tiveram início a partir de crimes violentos que teriam sido praticados em Paulista por traficantes e assaltantes ligados a pessoas que cumprem penas no sistema prisional. Parte dos investigados era responsável pela introdução de drogas e celulares em presídios masculinos e femininos.

Ainda segundo a Polícia Federal, as duas prisões em flagrante realizadas durante o cumprimento dos sete mandados de busca e apreensão foram um por tráfico e outro por posse ilegal de arma de fogo.

Depois dos interrogatórios e exames no Instituto de Medicina Legal (IML), os presos são levados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, e à Colônia Penal Feminina do Recife.

Para as pessoas que já estavam em unidades prisionais, a pena pode aumentar a partir do cumprimento de mandados nesta quinta-feira (05). “Se está preso por tráfico e a investigação identificou mais esse crime de tráfico, a pessoa vai responder mais uma vez por tráfico de drogas”, disse o assessor de comunicação da PF, Giovani Santoro.

Os presos estão sendo indiciados com base na Lei de Organizações Criminosas, Tráfico de Drogas e Crimes contra o Patrimônio. Somadas, as penas podem chegar a mais de 33 anos de reclusão. “O próximo passo é analisar o material e a gente vai aprofundar as investigações”, afirmou Santoro.

Força Nacional em Paulista

O efetivo do programa ‘Em Frente, Brasil’, lançado pelo governo federal, começou a atuar no município de Paulista em agosto de 2019. Na época, segundo o governo do estado, o projeto-piloto de enfrentamento à violência contava com 405 profissionais ao todo, entre servidores federais, estaduais e municipais.

O projeto, anunciado em março do mesmo ano, previa ações conjuntas do governo federal com estados e municípios para enfrentar crimes violentos em cinco cidades: Paulista, Ananindeua (PA) Goiânia (GO), Cariacica (ES) e São José dos Pinhais (PR).

Via PE Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!