Petrolândia Notícias: PF apreende no Recife cerca de 3 mil comprimidos de ecstasy em potes de creme de cabelo enviados pelos Correios

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

PF apreende no Recife cerca de 3 mil comprimidos de ecstasy em potes de creme de cabelo enviados pelos Correios

Uma operação conjunta feita pela Polícia Federal (PF), Receita Federal e Correios apreendeu cerca de 3 mil comprimidos de ecstasy no Recife. Com apoio de cães farejadores e aparelhos de raio-X, a droga foi encontrada dentro de potes de creme de cabelo antes de chegar ao endereço do destinatário, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul da capital pernambucana.

O pacote foi postado em uma agência na cidade de Curitiba. A apreensão, que aconteceu na sexta-feira (20), foi divulgada nesta quinta-feira (26) para “não atrapalhar as investigações”, apontou a PF, acrescentando que essa foi a maior remessa de ecstasy identificada neste ano em Pernambuco.

Após a identificação do pacote com drogas, policiais federais acompanharam a entrega até a residência de um autônomo de 33 anos. Ele alegou à polícia que recebeu o objeto para repassar ao verdadeiro dono e que receberia R$ 500 pela entrega dos materiais.

Ao lado da PF, o suspeito combinou a entrega com o outro homem, um auxiliar de administração de 26 anos, morador do bairro de San Martin, na Zona Oeste da cidade.

No encontro, o proprietário da droga foi abordado pelos policiais federais e também foi detido. Com ele foram apreendidos R$ 2.500, dois celulares e um veículo.

Os dois foram presos em flagrante e conduzidos para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, área central da cidade. Eles foram autuados por tráfico interestadual de entorpecentes e associação e, caso sejam condenados, podem pegar penas que variam de três a 25 anos de prisão, além de multa.

Ainda segundo a PF, eles passaram por audiência de custódia, onde foi decretada a prisão preventiva, e foram conduzidos ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Do G1

Social