Trending


CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

Social



quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Coronéis da PM de Pernambuco são graduados com faixa preta e marrom no jiu-jitsu



O Assistente do Comando Geral da PMPE, Coronel Antônio Menezes, e o Corregedor Geral Adjunto da PMPE, Coronel Fernando Aníbal, participaram de um evento surpresa, no qual foram agraciados com a mudança de faixa de Jiu Jitsu, na manhã desta quarta-feira(11), no auditório do Quartel do Derby. 

O evento foi planejado para agradecer de forma simbólica o papel que os dois oficiais exercem no investimento desse esporte dentro da corporação.


O momento da graduação contou com a presença de diversos alunos e professores e também de alguns representantes da corporação envolvidos no esporte. O Coronel Menezes e o Coronel Aníbal receberam das mãos do instrutor, o professor faixa preta de Jiu Jitsu da academia ZRteam, Mestre Pio, a faixa preta e a faixa marrom, respectivamente. “É uma satisfação muito grande graduar esses oficiais que tanto fizeram e fazem para engrandecer nosso esporte. Sabemos que nem sempre os policiais podem usar a arma de fogo, então o jiu-jitsu, através de suas técnicas é um bom aliado para a profissão”, ressaltou o mestre Pio.

Dentre tantas ações que denotam o crescimento do jiu-jitsu na PMPE, com o apoio desses respectivos oficiais, estão: construção do tatame da CIOE, BOPE, Cavalaria, CHOQUE, Biesp, ROCAM entre outras especializadas, criação de projetos sociais no BOPE e no 1º e 2º BIESP, Seminários de Jiu Jitsu, campeonatos de Jiu Jitsu na PMPE, formação de policiais atletas, primeiros policiais campeões nacionais e internacionais do BOPE, criação do evento Caveira fight, entre outros.

Os oficiais agraciados aproveitaram o momento para agradecer pela conquista.

“É uma honra poder receber a faixa preta e eu sei que isso é um início de um caminho, não para por aqui. Temos que nos aperfeiçoar sempre e fazer com que cada batalhão possa ter um dojô onde o policial possa praticar. O jiu jitsu é uma filosofia de vida, desenvolve não só a questão física, como a questão motora, de controle, de equilíbrio. E pra atividade policial é de suma importância.”, salientou o Coronel Menezes.

“Treinamos constantemente e essas graduações servem de incentivo para que a gente adquira cada vez mais um aperfeiçoamento nas artes marciais. Para mim, foi uma surpresa e eu agradeço muito ao meu mestre e aos nossos colegas de treino do dia-a-dia.”, frisou o coronel Aníbal.

Por ASCOM/PMPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!