Petrolândia Notícias: Repórter gay sai em defesa de Sikêra após apresentador ser acusado de homofobia

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Repórter gay sai em defesa de Sikêra após apresentador ser acusado de homofobia

Após o ativista LGBTQI+, Agripino Magalhães, registrar boletim de ocorrência contra Sikêra pelos crimes de homobofia e transfobia, o apresentador compartilhou em seu perfil no Instagram, um vídeo em que o repórter Rodrigo Assis sai em defesa do jornalista.

“Essa gente que taxa você como homofóbico e que diz que vai te colocar na cadeia, não me representa, eu não tenho pacto com essa corja…Esse homem tem um coração que nãoo cabe nele, e se tem uma coisa que ele não é, é homófico”, disse repórter. Em seguida, Rodrigo manda um recado: “Se quer ser respeitado não rouba marido e nem espera o coleguinha sair do trabalho para ir para cama com o marido com ele”.

Após defesa, o apresentador agradece e relembra o episódio em que a jornalista Glória Maria, da Rede Globo, crítica o politicamente correto. “A melhor coisa que tem na terra é o respeito e não o mimimi”, dispara Sikêra.

De acordo com a coluna Gente, as acusações contra o apresentador chegaram ao Ministério Público de São Paulo. No documento, Sikera estaria sendo acusado de atacar os LGBTQI+ ao tentar “associar drogas e substâncias entorpecentes ao grupo, promover discurso de ódio e transfobia, com intuito meramente de ganhar audiência”.

A emissora RedeTV! estaria sendo acusada de se omitir e não fiscalizar seus programas para impedir que “maus apresentadores, para ganhar audiência, além de escrachar os LGBTQI+, ainda coloque em risco as vidas dos mesmos”.

Veja o vídeo:


Via Varela Notícias

Social