CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Funasa realiza mais de 40 convênios para municípios de PE


Desde 2019, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) tem realizado obras de Melhorias Sanitárias Domiciliares (MSD) e Melhorias Habitacionais para Controle da Doença de Chagas (MHCDC), para promover a saúde pública e a inclusão social por meio de ações de saneamento e saúde ambiental, em Pernambuco. Estas atividades são frutos de convênios firmados, por meio da Superintendência Estadual da Funasa em Pernambuco (Suest/PE). No total, foram investidos mais de R$ 5,1 milhões para a realização de 480 obras - já concluídas –, que resultou em quase 2,4 mil pessoas atendidas pela Fundação.

Para o superintendente Francisco Papaléo, a Fundação intervém melhorando as condições de vida dos pernambucanos. "A Funasa se faz presente nos municípios mais carentes do estado, levando, além de saneamento, o respeito e dignidade aos cidadãos", disse.

Ao todo, foram celebrados 12 convênios em nove municípios do estado: Itapetim, Exu, Jataúba, Tuparetama, Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Afrânio, Manari e Cedro. Atualmente, a Suest/PE está acompanhando a execução de mais 37 convênios de MSD e MHCDC, que resultarão em mais de 1,4 mil obras a serem realizadas, atendendo a aproximadamente 5,7 mil pernambucanos que residem em zonas rurais do estado.  Casa pronta em Itaíba/PE, com recursos da Funasa

Estas ações chegam a quase R$ 17,6 milhões e estão sendo supervisionadas pela Divisão de Engenharia de Saúde Pública (Diesp), que realiza o acompanhamento das execuções das obras, por meio de visitas técnicas, a fim de garantir a qualidade necessária para atendimento dos habitantes de cada município e o percentual técnico para efetuar novos repasses.

Para a chefe da Diesp, Helena Magalhães, o alcance dos objetivos, com as melhorias, foi possível graças ao empenho e a dedicação de toda sua equipe. "Os técnicos em saneamento, compreendendo a realidade e a grande necessidade dessas populações, não mediram esforços para sua concretização. Desde as visitas iniciais, ainda na fase de análise do projeto, até a entrega dos módulos sanitários e das casas de Chagas aos atendidos", ressaltou.

Do Blog do Magno 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!