Petrolândia Notícias: Pesquisa indica que Bolsonaro seria reeleito se as eleições fossem hoje

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Pesquisa indica que Bolsonaro seria reeleito se as eleições fossem hoje


O presidente Jair Bolsonaro seria reeleito caso as eleições presidenciais fossem realizadas hoje. É o que diz a pesquisa Exame/Ideia, divulgada nesta sexta-feira (4). A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa indica que em uma  disputa com o ex-presidente Lula (PT) em um possível 2º turno, Bolsonaro teria 42% dos votos contra 31% do petista.

Bolsonaro (Sem Partido): 42%
Lula (PT): 31%
Não sabe: 6%
Branco/Nulo: 21%
Contra o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (sem partido), Bolsonaro seria reeleito com 38% das intenções frente a 31% do ex-juiz da Lava Jato.

Bolsonaro (Sem Partido): 38%
Sergio Moro (Sem Partido): 31%
Não Sabe: 8%
Branco/Nulo: 23%
Contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), Bolsonaro ganharia com 41% dos votos contra 17% do governador de São Paulo.

Bolsonaro (Sem Partido): 41%
João Doria (PSDB): 17%
1º Turno
Em cenário de disputa no 1º turno com o ex-presidente Lula e ex-ministro da Justiça Sergio Moro, Bolsonaro lidera a disputa presidencial com 31% das intenções de voto, seguido pelo petista, com 17% e Moro, com 13%.

Bolsonaro (Sem Partido): 31%
Lula (PT): 17%
Sérgio Moro (Sem Partido): 13%
Ciro Gomes (PDT): 6%
Luciano Huck (Sem Partido): 5%
Mandetta (DEM): 4%
João Doria (PSDB): 3%
João Amoedo (Novo): 3%
Marina Silva (Rede): 2%
Flávio Dino (PCdoB): 1%
Aprovação do Governo
A pesquisa Exame/Ideia mostra ainda que 38% dos brasileiros consideram o governo do presidente Jair Bolsonaro como “ótimo” ou “bom”. Outros 26% dizem que a administração feral é “péssima” e 12% acham “ruim”.

A pesquisa do PoderData divulgada nesta semana, também aponta que Bolsonaro tem 50% da aprovação dos brasileiros.

Via Portal de Prefeitura 




Social