Petrolândia Notícias: “Hoje tudo é racismo”, afirma Glória Maria ao falar sobre o “politicamente correto”

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

“Hoje tudo é racismo”, afirma Glória Maria ao falar sobre o “politicamente correto”


Uma fala da apresentadora Glória Maria sobre assédio e racismo repercutiu e dividiu opiniões nas redes sociais. Em entrevista virtual com a jornalista Joyce Pascowitch, do Glamurama, na última sexta-feira (26), Glória criticou o “politicamente correto” e afirmou que não se pode “generalizar tudo”.

“Eu acho tudo isso um saco! Hoje tudo é racismo, preconceito e assédio. A equipe com que trabalho me chama de ‘neguinha’, de uma forma amorosa e carinhosa. Estou mais de 40 anos na televisão, já fui paquerada, mas nunca me senti assediada moralmente. O assédio é algo que te fere, é grosseiro, desmoraliza”, afirmou Glória.

“Existe uma cultura hoje que nada pode. Tem que ter uma diferenciação, não dá para generalizar tudo. O politicamente correto é um porre. Acredito que o politicamente correto é o caráter, a honestidade. Esse mundo que a gente está vem muito da amargura das pessoas, não aceito”, completou.

Nas redes sociais, a posição de Glória repercutiu e dividiu opiniões. Alguns criticaram a apresentadora e outros concordaram com a fala. 

“Acho muito triste uma mulher negra desmerecer a luta da mulher negra. E muito mais triste saber que esta mulher é a Glória Maria. Não é que hoje tudo é racismo: vivemos em uma sociedade racista e agora a gente grita isso. Que lindo que ela nunca sofreu racismo, mas eu sim e dói”, escreveu uma internauta.

“Eu entendi o que Glória Maria quis dizer. Mas a questão não é exatamente o politicamente correto, mas o extremismo em que as pessoas estão levando as coisas. Válido tanto para aqueles que enxergam o racismo/intolerância em tudo e para aqueles que acham que ele não existe”, disse outro.

Via Varela Notícias

Social