Petrolândia Notícias: Governo autoriza retorno dos eventos corporativos em Pernambuco

CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

sexta-feira, 4 de setembro de 2020

Governo autoriza retorno dos eventos corporativos em Pernambuco


O setor de eventos começa a retomar as atividades, de forma gradual, a partir da próxima segunda-feira (07), quando será autorizada a realização de eventos corporativos com limite máximo para 100 pessoas ou 30% da capacidade dos estabelecimentos, e no horário entre 6h e 22h. Apesar de as regiões de Pernambuco estarem em fases diferentes do plano de flexibilização das atividades econômicas, a medida será válida para todo o estado, já que a liberação foi antecipada para a sexta etapa e contemplará todos os municípios. O governo do estado também anunciou ontem que os eventos sociais e culturais poderão retomar as atividades na etapa nove, ainda sem data prevista. Já na etapa 10 o limite para todos os tipos de eventos será ampliado 300 pessoas ou 50% da capacidade do espaço.

Os eventos foram divididos em três categorias para que a retomada seja feita de forma gradual. “Existem os eventos corporativos e institucionais, que são os promovidos por pessoas jurídicas, empresas e instituições, como capacitações, treinamentos, reuniões, palestras, congressos e seminários; os eventos sociais, com objetivo de socialização e comemoração, como casamentos, batizados, aniversários e festas; e os eventos culturais, que são as apresentações, shows, teatros, museus e similares. Nos baseamos nessa segmentação para fazer uma atualização no plano de convivência”, detalhou Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

Cada segmento de eventos deverá seguir protocolos específicos de segurança a serem seguidos, baseados na higienização e distanciamento. “Conseguimos graduar os tipos de eventos para garantir o retorno das atividades, mas sempre seguindo os protocolos, sem descuidar do risco que cada atividade pode trazer”, afirmou Schwambach.

Etapas

As regiões do estado continuam avançando dentro do plano de flexibilização de forma diferente, com base nos números da contaminação do coronavírus em cada uma delas. A macrorregião 1, que abrange mais de 70 municípios da Região Metropolitana e Zonas da Mata Norte e Sul, permanece na etapa oito. Na macrorregião 2, a gerência regional de saúde (geres) das 23 cidades do polo de Garanhuns avançam para a etapa sete. “Assim, elas se igualam a geres 4 de Caruaru, então todo o Agreste fica na etapa sete, com ampliação do horário de shoppings e serviços de alimentação até 22h”, disse Bruno Schwambach.

A macrorregião 3 continua na etapa seis, assim como a geres de Salgueiro da macrorregião 4. Já a geres com sede em Ouricuri avança da etapa quatro para a seis, com serviços de escritório com 50% dos funcionários, 100% do efetivo do comércio e  alimentação autorizado de 6h às 22h. Já a geres 8 de Petrolina passa da etapa seis para a sete, com shoppings e serviços de alimentação até 22h.

Via PE Notícias 

Social