CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Queiroz dá nova versão sobre datas de conversas com Jair e Flávio Bolsonaro


O depoimento prestado por Fabrício Queiroz ao Ministério Público Federal, quando ainda estava preso em Bangu, indica contradições em relação a datas de conversas entre ele, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu filho Flávio Bolsonaro, como aponta a CNN Brasil que teve acesso à transcrição das declarações dadas pelo o ex-assessor no dia 2 de julho.

Em depoimento ao MPF, Queiroz afirmou que esteve com o presidente e o filho pela última vez assim que o envolvimento com a Operação Furna da Onça veio à tona mas que “não tiveram qualquer tipo de contato”. O jornal Estado de S. Paulo relevou o suposto envolvimento do ex-assessor no esquema das “rachadinhas” no dia 6 de dezembro de 2018.

No dia seguinte, no entanto, Bolsonaro, em entrevista ao site O Antagonista, afirmou que havia cortado relações com o ex-assessor do filho mas que iria retornar quando ele explicasse o motivo pelo qual estava sendo investigado pelo MPF. 

Já no dia 8 a resposta de Bolsonaro foi diferente. Após participar de uma cerimônia na Escola Naval, no Rio, o então presidente eleito, ao ser questionado sobre Queiroz, respondeu: "Eu não conversei com ele, eu não conversei com ele (...) Se ele quiser conversar comigo... Eu acho que não seria prudente, mas conversaria sim". 

Em maio de 2019, ao Estado de S. Paulo, Flávio afirmou que a última vez que falou com o ex-assessor foi quando ele foi submetido a uma cirurgia para tratamento de câncer - Queiroz foi internado no dia 30 de dezembro.  "Liguei pra saber se estava tudo bem e nunca mais falei com ele", declarou.  

Via BNews

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!