CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

sábado, 8 de agosto de 2020

Pernambuco se aproxima da marca de 80 mil curados da Covid-19


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta sexta-feira (07.08), 1.477 novos casos da Covid-19. É importante mais uma vez destacar que o aumento no número de casos no informe de hoje é motivado pelo atraso, e consequente acúmulo de notificações, pelos municípios. Para se ter ideia, entre os confirmados hoje, apenas 64 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Todos os outros 1.413 (96%) são leves, ou seja, pacientes que não demandaram internamento hospitalar e que já estavam curados, ou na fase final da doença. Agora, Pernambuco totaliza 102.872 casos confirmados, sendo 24.098 graves e 78.774 leves.

Além disso, o boletim registra 78.898 pacientes recuperados da doença, o que representa 77% do total de infectados pela Covid-19 em Pernambuco. Destes, 13.391 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 65.507 eram casos leves.
Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 183 municípios pernambucanos (tabela 2), além do arquipélago de Fernando de Noronha e da  ocorrência de pacientes e outros Estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 39 óbitos (sendo 19 do sexo masculino e 20 do sexo feminino). Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Agrestina (3), Alagoinha (1), Araripina (1), Bom Jardim (1), Caruaru (1), Garanhuns (1), Jaboatão dos Guararapes (5), Lagoa Grande (1), Olinda (4), Paulista (2), Petrolina (3), Pombos (1), Recife (11), Santa Cruz do Capibaribe (1), Sertânia (1) e Timbaúba (1), além de um caso de paciente de outro Estado. Com isso, o Estado totaliza 6.867 mortes pela doença.

As mortes registradas no boletim de hoje ocorreram entre 5 de maio e 06 de agosto. Do total de mortes do informe de hoje, 17 (43,5%) ocorreram nos últimos três dias, sendo 8 mortes registradas no dia de ontem (quinta, 06/08), 5 mortes em 05/08 e 4 em 04/08. Os outros 22 óbitos (56,5%) ocorreram entre os dias 05/05 e 03/08. Os pacientes tinham idades entre 15 e 98 anos. As faixas etárias são: 10 a 19 (1), 20 a 29 (1), 40 a 49 (2), 50 a 59 (5), 60 a 69 (7), 70 a 79 (8), 80 anos ou mais (15).
Dos 39 pacientes que vieram a óbito, 33 apresentavam comorbidades confirmadas: doença cardiovascular (21), diabetes (18), hipertensão (7), doença renal (5), histórico de AVC/AVE (4), doença respiratória (3), doença de Alzheimer (2), obesidade (2), câncer (1), doença neurológica (1), etilismo/histórico de etilismo (1),  imunossupressão (1), tabagismo/histórico de tabagismo (1), – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 19.522 casos foram confirmados e 27.287 descartados.

UTI – A X Gerência Regional de Saúde, que abrange 12 municípios do Sertão do Pajeú, ganhou, nesta sexta-feira (07.08), seus primeiros 10 leitos de UTI no Hospital Regional Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira, reforçando a assistência aos pacientes com a Covid-19 na região. A unidade, já possuía 10 vagas de enfermaria para o atendimento de pacientes suspeitos ou confirmados do novo coronavírus.  O secretário estadual de Saúde, André Longo, visitou o novo serviço na manhã de hoje, ao lado do presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), José Patriota, que também é prefeito de Afogados da Ingazeira.

“Esta é uma grande obra para o Sertão do Pajeú, uma UTI com dez leitos, absolutamente equipada com o que há de melhor em tecnologia médica a serviço da população sertaneja. Esse é um compromisso do governador Paulo Câmara com a ampliação da nossa capacidade instalada no interior do Estado, inicialmente para atender os pacientes com a Covid-19, mas esse equipamento será um legado pois ficará para atender outras patologias tão logo a gente consiga superar essa fase difícil da Covid”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo. “Como sertanejo, fico muito feliz em poder propiciar este momento, que será um marco para a medicina e para a população da região”, completou.

A UTI foi nomeada de Otoniel Barbosa de Lima, em homenagem a um dos primeiros servidores da unidade, que prestou 35 anos de serviço e faleceu aos 100 anos de Covid. “Viver 100 anos é uma dádiva. Quero agradecer essa homenagem a meu pai e dizer que estou encantada com esses 10 leitos para a região. Tenho certeza que trará muita sorte e salvará muitas vidas”, disse a filha do homenageado, Fernanda Barbosa Lima.

Até o final de agosto, ainda serão instalados os equipamentos necessários para ofertar terapia renal substutiva (diálise) para os pacientes que apresentarem algum tipo de insuficiência renal aguda por conta do uso de antibióticos. “Estamos ofertando a linha de cuidado necessária para prestar a devida assistência para os nossos pacientes do Sertão do Pajeú. Além de maquinário e insumos, também contamos com uma equipe multiprofissional capacitada para atender a demanda que chegar à unidade”, frisou o diretor do Emília Câmara, Sebastião Duque.

“O Hospital Regional já vinha fazendo muito e bem feito, e agora vai fazer muito mais, com um tratamento humanizado e salvando vidas”, reiterou o prefeito José Patriota. O Hospital Regional Emília Câmara conta com 62 leitos de enfermaria, nas especialidades de clínica médica, cirúrgica, obstétrica, pediátrica e ortopédica. O hospital, antes da pandemia, realizava uma média mensal de 12 mil atendimentos na urgência, 180 partos, 560 internamentos e 150 cirurgias de urgência e eletivas.

LEITOS – Com a  inauguração dos primeiros leitos de UTI da X Gerência Regional de Saúde, em Afogados da Ingazeira, o Governo do Estado totaliza 1.941 leitos voltados para os pacientes com a Covid-19. Estas vagas – no maior esforço sanitário, logístico e de mobilização de insumos, equipamentos e recursos humanos da história da Saúde Público de Pernambuco – estão garantindo a assistência à população pernambucana. Segundo estudo do Conselho Federal de Medicina (CFM), que analisou o número de leitos nos estados e capitais brasileiros entre fevereiro e junho de 2020, e Pernambuco aparece como o segundo estado brasileiro em ampliação da rede hospitalar, atrás apenas de São Paulo. Outro levantamento divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), coloca o Estado na segunda melhor posição na proporção de leitos de UTI adulto para Covid-19 quando relacionado com a sua população. Com uma taxa de 1,3 leitos de UTI para cada 10 mil habitantes, o Estado fica atrás apenas do Espírito Santo, que registra taxa de 1,5.

Nesta sexta-feira (07.08), a taxa de ocupação dos leitos dedicados à Covid-19 está em 56%, com 48% de ocupação das vagas de enfermaria e 64% nas de terapia intensiva – um dos menores patamares desde o início da pandemia.

Via Didi Galvão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!