CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Paulo Afonso: Em um ano, contratos para remoção de baronesas passam de R$ 3,5 milhões


Com a publicação na edição desta quarta-feira (26), no Diário Oficial do Município (DOM), de um Aditamento de Prazo e Valor de Contrato (veja abaixo), as tentativas de ações para o combate a disseminação de baronesas nos lagos da cidade, chegam a mais de R$ 3,5 milhões aos cofres da prefeitura de Paulo Afonso, isso em apenas um ano.

Os valores referem-se a um contrato firmado em setembro de 2019 com a empresa Ramos & Muller LTDA – EPP para execução de serviços de remoção, carga e transporte e descarga das plantas aquáticas por R$ 1.304.890,84 (um milhão, trezentos e quatro mil, oitocentos e noventa reais e oitenta e quatro centavos). Conforme documento abaixo, esse mesmo valor foi prorrogado por mais 12 meses, a partir do próximo dia 3 de setembro de 2020, totalizando R$ 2.609.781,68.

Já em dezembro do ano passado, portanto há 9 meses, a prefeitura de Paulo Afonso também contratou por R$ 884.919,00, a empresa Aquamec Indústria e Comércio de Equipamentos para implantar um sistema de barramento e contenção das baronesas na entrada do canal de ligação, entre o lago da Usina Apolônio Sales e o da Usina PA IV (veja abaixo). O objetivo era o de impedir a chegada das baronesas no Balneário Prainha, sem sucesso.

A vigência desse contrato, que era de 5 meses, expirou em maio último e também já foi prorrogado por mais 2 meses. Na publicação do DOM do referido aditivo não foi divulgado os novos valores (veja abaixo). Mesmo sem as novas cifras, a soma de todos os contratos acima é de R$ 3.494.700,68.

Mesmo com tudo isso, os investimentos feitos pela prefeitura não deram resultado, não foram suficientes para vencer as persistentes baronesas. Elas continuam lá, espalhadas pelo “Velho Chico”, enfeando nossos lagos, e principalmente, um dos principais pontos turísticos de Paulo Afonso.

EMPRESA RAMOS E MILLER – SETEMBRO DE 2019 – R$ 1,3 MILHÃO


EMPRESA AQUAMEC – DEZEMBRO DE 2019 – R$ 884 MIL

EMPRESA RAMOS E MILLER – AGOSTO DE 2020 – ADITAMENTO DE MAIS R$ 1,3 MILHÃO


Via PA4/Ozildo Alves


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!