Trending


CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

Social



sábado, 15 de agosto de 2020

"O secretário diz que o vereador cobra demais! Mas tem que cobrar porque ele não faz nada! Não faz nada então tem que ser cobrado!”, declara o Vereador de Petrolândia Toinho de Eugênio, a respeito do matadouro público do município [Vídeo]


O vereador Toinho de Eugênio (PT), em seu discurso no Plenário Ver. Pedro Cavalcante da Silva, em Sessão Ordinária realizada no último dia 12 na Câmara Municipal de Petrolândia, entre outros assuntos, iniciou seu discurso falando sobre duas indicações feitas por ele ao Poder Executivo. Uma delas referente a iluminação pública, partindo da entrada da cidade, em frente a rodoviária, até o final do bairro Nova Esperança. 

Para Toinho de Eugênio: “Petrolândia tem uma barragem, gera energia, e a cidade precisa mostrar pra fora, que Petrolândia é a terra da energia e que o turismo vai funcionar porque o povo vai vim porque tá claro! E aí, que a prefeitura tem que iluminar esta cidade, para que o turismo funcione aqui dentro de Petrolândia!” disse.

Toinho de Eugênio também falou sobre a situação do matadouro público municipal. Segundo ele, a situação do matadouro não está nada boa: “Eu mesmo, pessoalmente digo que não está, porque continua a bagaceira lá dentro. Esgoto estourado ainda e aguaceiro lá fora agora [...] O secretário diz que o vereador cobra demais! Mas tem que cobrar porque ele não faz nada! Não faz nada então tem que ser cobrado!” disse o vereador do PT.

Antes de finalizar sua fala, o vereador Toinho falou sobre a situação precária em que se encontra o Terminal Rodoviário de Petrolândia. Em outras palavras, Toinho disse que a situação da rodoviária envergonha a população de Petrolândia e os usuários que passam pela cidade e precisam utilizar o espaço: “Tá uma bagaceira de fazer vergonha. Banheiro interditado, matagal ao lado, cadê o secretário pra limpar o mato? Tá uma bagaceira que não tem tamanho! Banheiro fechado, o povo chega sai correndo e corre lá pra um barraco pra pagar dois reais. Isso é uma vergonha pra o gestor do município! Vergonha grande!” desabafou. 


Acompanhe na íntegra o discurso:


Redação: Ronald Torres | Vídeo: Alex Santos | Foto: Adrian Ramon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!