Trending


CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

Social



terça-feira, 21 de julho de 2020

Homem é preso pela Polícia Federal com 130 cartões clonados no Aeroporto do Recife


Um homem de 25 anos foi preso pela Polícia Federal depois de ser flagrado com uma mala contendo 130 cartões clonados e dispositivos eletrônicos de captação de informações bancárias. O crime aconteceu nesta segunda-feira (20), no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, que fica no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife. Segundo a PF, o rapaz, que morava em Fortaleza, no Ceará, possui antecedentes criminais por fraude com cartão de crédito. Esta é a oitava prisão realizada no Aeroporto pela PF este ano.

A mala do suspeito havia sido extraviada, por um passageiro que a pegou por engano. Este passageiro entregou a bagagem e informou que dentro dela havia dispositivos eletrônicos. A informação foi repassada pela companhia aérea para a PF, que constatou que se tratava de equipamentos utilizados para clonagem de cartões. O suspeito abriu uma ocorrência reclamando do extravio da bagagem e, ao buscá-la, foi questionado pelos policiais, que acabaram abrindo a mala.

Os cartões clonados eram de diversas instituições financeiras, incluindo a Caixa Econômica Federal. Segundo a polícia, o suspeito admitiu o crime e foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal, que fica no Bairro do Recife, no Centro da cidade. “Dentro da mala encontramos diversos dispositivos que são colocados nos terminais eletrônicos para captar a trilha do cartão, e também microcâmeras que filmam quando a pessoa está digitando a senha no teclado do terminal eletrônico. Com a senha e a trilha, eles fazem novos cartões”, relata Giovani Santoro, chefe de comunicação social da Polícia Federal.

Durante o interrogatório, o rapaz afirmou que chegou ao Recife na última sexta-feira (17), ficando hospedado em um hotel em Boa Viagem, também na Zona Sul. A intenção era instalar os dispositivos fraudulentos em caixas eletrônicos. Ele contou também que trabalha só. A PF vai continuar investigando o caso, para saber se os golpes envolvem o auxílio emergencial. O suspeito foi autuado por furto qualificado, receptação e falsificação de documento particular e, caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de um a 13 anos de reclusão. O homem passará por audiência de custódia e, caso seja confirmada a prisão preventiva, vai ser encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel).

Via PE Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!