CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

domingo, 5 de julho de 2020

CBF confirma datas de início das Séries A, B, C e Copa do Brasil


Apesar de só o Campeonato Carioca ter voltado no Brasil, a bola está próxima de rolar nas demais competições, inclusive as nacionais. Em entrevista à edição deste domingo (5) do jornal O Globo, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, anunciou das datas de início de diversos campeonatos.

Segundo o dirigente, as Séries B e C começam em 8 de agosto. No dia seguinte, 9 de agosto, será a vez da Série A ser aberta. 

A Copa do Brasil e a Série A 1 do Brasileiro Feminino retornam no dia 26 de agosto. Já o dia 23 de setembro será a data da largada no Brasileirão Sub-20.

"Propusemos aos 20 clubes da Série A que, para podermos lançar a data de 9 de agosto, haveria necessidade de uma aprovação sanitária de nove estados e 11 cidades, e não temos isso hoje. Fiz a proposta no sentido de que admitissem uma reflexão sobre jogar fora do mando de campo para manter essa data íntegra, irretocável, caso todas as cidades não estejam liberadas. Houve votação de 19 a 1 a favor. Posso afirmar, a partir da confirmação dos clubes, que sim (a data de início está confirmada). Se estão dispostos a jogar onde o futebol estiver autorizado, quero crer que nessa data teremos cidades suficientes para acomodar os jogos, considerando que não teremos torcida presente. Mas, em momento algum foi cogitada concentração em uma cidade específica. Na Série A houve um voto dissidente sobre mando, mas nenhuma dúvida se a competição vai começar ou não dia 9 de agosto. Brasileirão é algo definido e determinado. A Série B inicia no dia 8, na véspera. Definimos com a Série C que ela recomeçará na mesma data da B. A Copa do Brasil volta em 26 de agosto. A Série A 1 do Feminino, também. O Brasileiro Sub-20, dia 23 de setembro", explicou.

Já a Série D e a Série A2 do Brasileiro Feminino, de acordo com o mandatário, seguem sem datas para serem iniciadas. "Demandam um operacional um pouco mais complexo. As equipes precisam de maior reestruturação para voltar e também uma logística maior.

A Série D tem 68 participantes do Brasil inteiro. São 61 cidades envolvidas. Esses clubes não têm a mesma flexibilidade para jogar em outras praças. A A2 feminina não é diferente. Mas, são calendários mais curtos, o que permite planejar com mais tranquilidade. Há uma malha aérea diminuta, hotéis fechados. Mas, a CBF assumiu a responsabilidade de reabrir hotéis, colocar aviões no céu e fazer o futebol voltar", disse.

Caboclo ainda destacou a importância de as competições começarem nas datas definidas para não prejudicar as temporadas futuras. "A gente trabalha não apenas com o calendário de 2020. O calendário de 2020 já está bem traçado para a CBF. Vai invadir janeiro, fevereiro, pode chegar a meados do mês. Mas temos algumas premissas que vão além. Muita gente não leva em consideração. Nosso horizonte é a Copa do Mundo de 2022, marcada para começar em novembro. Obriga nosso calendário a terminar pelo menos um mês antes, em outubro de 2022. Temos que encerrar 2020 na segunda quinzena de fevereiro, iniciar os estaduais na última semana do mesmo mês, o Brasileiro no final de maio de 2021. Devemos terminar a temporada de 2021 como o usual, na primeira semana de dezembro, retomando o calendário tradicional, com férias, pré-temporada. Em 2022, a temporada terá conclusão precipitada. Vai ser um exercício bem difícil", concluiu.

Por: Galáticos Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!