CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Boletim epidemiológico da Covid-19 em Pernambuco trouxe recorde diário de pacientes já recuperados


O boletim epidemiológico da Covid-19 em Pernambuco, divulgado ontem, trouxe recorde diário de pacientes que já se recuperaram da doença no Estado. Do dia 31 de maio para 1º de junho, foram registradas 2.158 pessoas que passaram por todo o ciclo da doença e não apresentam mais sintomas. Com isso, sobe para 18.590 o número de pacientes curados da Covid-19 no Estado. Desse total, 27% (4.967 ao todo) são pessoas que chegaram a apresentar um quadro grave da doença e outros 73% (13.623) tiveram sintomas leves. Esse total de recuperados representa mais da metade (52%) das pessoas que se infectaram em Pernambuco pelo novo coronavírus.

Até agora, Pernambuco totaliza 35.508 pessoas, desde o início da epidemia, que tiveram diagnóstico laboratorial confirmado da Covid-19: 14.797 evoluíram para quadros graves da doença e 20.711 manifestaram sinais leves. Dos casos graves, 1.068 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 5.829 permanecem internados, sendo 223 em unidade de terapia intensiva (UTI) e 5.606 em leitos de enfermaria das redes públicas e privada.

Além disso, o Estado acumula, ao longo de pouco mais de dois meses, 2.933 pessoas que morreram em decorrência da Covid- 19.

EXPANSÃO 

Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 89,1% (164, em números absolutos) municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e de pessoas de outros Estados e países que tiveram diagnóstico em Pernambuco da infecção pelo novo coronavírus. Isso revela a tendência de interiorização da Covid-19, o que pode gerar mais pressão sobre a assistência hospitalar das grandes regiões do interior do Estado, como Caruaru, Garanhuns (ambas no Agreste), Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina (estas últimas no Sertão). Apenas na 4ª Regional de Saúde, com sede em Caruaru, já são 527 pessoas que evoluíram para a forma grave da doença.

Via PE Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!