CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 21 de maio de 2020

Polícia Federal alerta para golpe de clonagem do cartão do Bolsa Família


A Polícia Federal alerta para um novo golpe de clonagem do cartão do Bolsa Família. A fraude ocorre nos terminais eletrônicos com o objetivo de sacar os valores correspondentes ao auxílio emergencial que varia entre R$ 600 e R$ 1.200 reais. Na terça-feira (19) a Polícia Federal em Vila Velha, no Estado do Espírito Santo, prendeu duas pessoas com 238 cartões clonados do Bolsa Família e conseguiu recuperar cerca de R$ 26 mil do auxilio emergencial roubado. Devido a esta descoberta, a PF orienta para que todos os beneficiários tomem alguns cuidados para evitar cair no golpe. 

 Os suspeitos instalam dispositivos maliciosos e câmeras nas máquinas de autoatendimento das agências da Caixa Econômica Federal e conseguem captar os dados dos cartões. Segundo a PF, os suspeitos sobrepõem através de fita adesiva dupla face, um falso mecanismo de entrada do cartão magnético para copiar a trilha do cartão, aliado a uma microcâmara que fica perto do teclado para filmar a digitação da senha. Os dispositivos possuem um mecanismo eletrônico que é capaz de gravar as trilhas do cartão e filmar a senha que está sendo digitada. 

Após um tempo, os criminosos voltam ao banco e retiram os equipamentos que foram colocados e depois confeccionam cartões falsos do Bolsa Família com as trilhas capturadas e de posse das senhas realizam saques em dinheiro do auxílio emergencial, causando prejuízo financeiro aos beneficiários que tanto necessitam desse dinheiro durante a pandemia do coronavírus. Esses estelionatários geralmente usam as chamadas “frentes falsas”, onde toda a parte frontal do terminal eletrônico é sobreposto ao original para simular a frente de um caixa verdadeiro. 

Um notebook é instalado por trás do equipamento com um mecanismo interligado tanto no local de introdução do cartão magnético quanto no dispositivo do teclado aliado a um programa que simula todas as principais operações bancárias, porém nunca consegue finalizar a transação, aparecendo sempre uma mensagem de erro. A intenção dos bandidos é copiar e enviar via internet (este dispositivo possui um chip com modem que envia através da web todas as informações para o bandido) a trilha do cartão do bolsa família como também a digitação da senha nas teclas alfa numérica.

Via PE Notícias


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!