CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

terça-feira, 7 de abril de 2020

Governo de Pernambuco propõe pensão para familiares de servidores que morrerem com coronavírus

Duas técnicas em enfermagem do HGV, uma com covid-19 e outra com suspeita da mesma doença, morreram - FOTO: Filipe Jordão/JC Imagem

Após a morte de duas técnicas em enfermagem, uma com diagnóstico do novo coronavírus (covid-19) e outra com suspeita da mesma doença, no sábado (4), o governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira (6), que vai encaminhar à Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) um projeto de lei concedendo o pagamento de pensão integral aos familiares de servidores da saúde e de outros serviços essenciais, como segurança, que morrerem em decorrência do vírus.

"Infelizmente, nesse último fim de semana, tivemos registro da morte de duas profissionais de saúde. Quero aproveitar para me solidarizar com as famílias das servidoras Ana Cristina e Betânia neste momento de dor. Vou enviar a Alepe um projeto de lei que concede o pagamento da pensão integral aos familiares de servidores da saúde e de outros serviços essenciais que venham a falecer em consequência do coronavírus. Isso vai se somar a outras ações, inclusive a distribuição de mais um carregamento de EPI. Estamos também iniciando a testagem de todos os que atuam no setor de saúde”, disse o governador Paulo Câmara (PSB), em pronunciamento.

O presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP), prometeu celeridade na apreciação do texto. Caso seja necessário regime de urgência, o projeto pode ser aprovado ainda nesta semana. "Nosso papel é dar as condições para que os profissionais da saúde, da segurança e de outros serviços essenciais realizem seu trabalho, garantindo o bem-estar da população pernambucana. Daremos a celeridade necessária ao projeto para que os servidores que fazem o governo do Estado possam seguir atuando e salvando vidas", afirmou.

Na avaliação do Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco (Satenpe), além da pensão para os familiares, o projeto de lei deveria conter o pagamento do adicional de insalubridade.  "A princípio, é um sinal de que estão reconhecendo a importância do trabalhador, mas poderiam ter incluído nossa insalubridade, pois estamos trabalhando em uma pandemia, um contexto insalubre", disse o presidente do Satenpe, Francis Herbert.

Em fevereiro deste ano, após um protesto da categoria, o governo do Estado alegou que os servidores recebiam insalubridade e adicional noturno incorporados ao vencimento base desde 2006.

Morte de profissionais de saúde
A técnica de enfermagem Betânia Ramos, 55 anos, morreu no último sábado (4), após ser infectada pelo novo coronavírus. Ela estava internada no Hospital dos Servidores do Estado (HSE), no bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife, e havia recebido o diagnóstico na sexta-feira (3). Foi a primeira morte por covid-19 de profissional da saúde em Pernambuco confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). 

De acordo com a SES, Betânia tinha histórico de diabetes, doença renal crônica e pneumonia crônica e atuava na área verde da emergência do Hospital Getúlio Vargas (HGV), no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. Ela foi notificada como caso suspeito da covid-19 na quarta-feira e teve o resultado laboratorial positivo liberado dois dias depois.

 No sábado (4), Ana Cristina Tomé, 52, também faleceu, poucas horas depois de dar entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), com suspeita de coronavírus. Ana, que era hipertensa, diabética e asmática grave, estava de férias quando começou a apresentar os sintomas e ficou afastada de suas funções no período posterior. Ela também atuava no Hospital Getúlio Vargas, mas na enfermaria da ala de ortopedia. A SES informou que foi realizada coleta de material para análise em laboratório. Betânia e Ana Cristina teriam sido enterradas no sábado, em cemitérios de Olinda e Camaragibe, respectivamente.

Casos de coronavírus em Pernambuco
Mais nove mortes pelo novo coronavírus foram confirmadas em Pernambuco na manhã desta segunda-feira (6), em boletim da Secretaria Estadual de Saúde do Estado (SES). Entre elas, um adolescente de 15 anos morador de São Loureço da Mata, que morreu no dia 27 de março e teve resultado do teste divulgado nesse domingo (5). O total de óbitos chegou a 30 em Pernambuco.

O boletim informa que o adolescente apresentou sintomas como febre, tosse, dispneia e saturação em 95% no dia 20 de março.

Confirmações
Mais 22 casos da covid-19 foram confirmados no Estado. Entre estes, 8 são do sexo masculino e 14 do feminino, com idades entre 15 e 92 anos de idade. Agora, Pernambuco soma 223 casos da doença.

Do total de casos confirmados, 101 estão em isolamento domiciliar e 67 internados, sendo 23 em UTI/UCI e 44 em leitos de isolamento. As pessoas infectadas estão distribuídas por 17 municípios, Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Paulista, São Lourenço da Mata, Lagoa do Carro, Paudalho, Palmares, Belo Jardim, Caruaru, Cachoeirinha, Petrolina, Ipubi, Aliança e Goiana), além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Óbitos por covid-19 confirmados nesta segunda (06/04):
Mulher de 33 anos, puérpera. Moradora do Recife. Data do óbito: 05 de abril em hospital privado, resultado confirmado para covid-19 em 1º de abril.

Mulher de 52 anos, profissional de saúde. Residente em Camaragibe. Data do óbito: 4 de abril em UPA. Iniciou sintomas no dia 28/03, apresentando febre, tosse,dispneia, desconforto respiratório e Saturação < 95%. Resultado confirmado para covid-19 em 5 de abril.

Mulher de 57 anos. Residente no Recife. Data do óbito: 4 de abril. Resultado confirmado para covid-19 em 4 de abril. Paciente com solicitação de exame do Hospital da Mulher.

Idosa de 83 anos. Residente em Jaboatão dos Guararapes. Data do óbito:4 de abril. Iniciou sintomas de febre, tosse, dispneia e saturação < 95% em 1º de abril.Resultado confirmado para covid-19 em 5 de abril.

Adolescente de 15 anos, morador de São Loureço da Mata. Data do óbito: 27 de março. Iniciou sintomas febre, tosse, dispneia e saturação < 95% em 20 de março. Resultado positivo para covid-19 em 5 de abril.

Idoso de 65 anos, morador de Paudalho. Data do óbito: 4 de abril. Iniciou sintomas de dispneia e desconforto respiratório em 21 de março. Resultado positivo para covid-19 em 5 de abril.

Idosa de 84 anos, São Lourenço da Mata. Data do óbito: 3 de abril. Iniciou sintomas de febre, dispneia, desconforto respiratório em 1º de abril. Resultado positivo para covid-19 em5 de abril.
Idosa de 72 anos, moradora de Lagoa do Carro. Data do óbito: 5 de abril. Iniciou sintomas de febre, tosse, dispneia e desconforto respiratório em 26 de março. Solicitação de exame realizada pelo Hospital do servidor, com resultado confirmado para covid-19 em 4 de abril.

Mulher de 42 anos, São Lourenço da Mata. Data do óbito: 3 de abril. Iniciou sintomas de febre e tosse em 1º de abril, com resultado positivo para Covid-19 em 5 de abril.

Via JC OnLine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!