CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Em nota, PSOL repudia participação de Bolsonaro em ato de extrema-direita e pede afastamento do presidente

Foto: Gabriela Biló/Estadão

Em nota de repúdio emitida pelo seu presidente, Juliano Medeiros, o PSOL nacional reprovou veementemente a participação do presidente da República Jair Bolsonaro na manifestação de ontem (19), promovida por correligionários de Bolsonaro.

“A participação de Jair Bolsonaro numa manifestação que, dentre outros propósitos, pedia a intervenção das forças militares contra os demais poderes da República, é uma grave afronta à democracia e à Constituição Federal. É, também, uma afronta às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), que tem desestimulado eventos públicos e quaisquer formas de aglomeração”, frisou a nota.

“Ao juntar-se a um ato organizado por forças de extrema-direita, Bolsonaro também desrespeita o esforço de milhões de brasileiros e brasileiras, que têm lutado para manter ao máximo o isolamento social, única medida comprovadamente eficaz para que a pandemia de coronavírus não leve nosso sistema de saúde ao colapso. O PSOL repudia a presença de Bolsonaro no ato de hoje (ontem). Essa provocação soma-se a outras tantas e comprova que ele não tem mais condições de seguir governando. É preciso que Bolsonaro deixe o poder imediatamente, pelos meios constitucionais disponíveis, para que o Brasil não siga sob as ameaças de um genocida”, encerrou a nota.

Via Carlos Britto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!