CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

terça-feira, 28 de abril de 2020

Banco de dados sobre funcionamento do Recife será criado para decisão de retorno às atividades


A Prefeitura do Recife e o Porto Digital firmaram parceira para a criação de um banco de dados com informações que vão ajudar para que a gestão tenha informações que auxiliem na retomada das atividades na cidade. A ação conjunta é mais uma forma que a prefeitura criou para poder combater a Covid-19, doença provocado pelo novo coronavírus, e os seus impactos na economia da capital pernambucana.

O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (28) em coletiva de imprensa online. O banco de dados foi pensado para que a ciência possa dialogar com especialistas sobre como ter uma retomada da atividade econômica relacionada com os riscos de contaminação.

O prefeito Geraldo Julio afirmou que a parceria vai fazer com que soluções sejam encontradas para que decisões sejam tomadas em conjunto com a ciência, cruzando informações. “O banco de dados é uma encomenda tecnológica que pode reunir o maior número de informações sobre a dinâmica de funcionamento da cidade, da sua mobilidade, dos serviços, das escolas, do comércio. Isso é para somar ferramentas que possam dar respostas baseadas na estatística, no cruzamento de dados para auxiliar nas medidas que devem ser tomadas, com base na ciência”, disse.

Geraldo destacou ainda que segmentos econômicos da cidade serão ouvidos juntamente com especialistas para que a solução encontrada seja feita sem a possibilidade de contaminação da Covid-19. “Vamos ouvir vários segmentos da sociedade, comércio, especialistas, para participar da discussão, para que o processo de retomada seja feito a partir de estudos. O objetivo principal é analisar a relação da volta do crescimento econômico com as consequências da contaminação. Precisamos retomar as atividades, mas diminuindo o máximo a contaminação”, declarou.

Por: Matheus Jatobá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!