CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quarta-feira, 25 de março de 2020

PT quer “seguro quarentena” para metade da população durante pandemia


O PT propõe que o governo federal pague benefício de um salário mínimo (ou seja, R$ 1,045) a 100 milhões de brasileiros, nas contas do partido, durante a crise da covid-19. A sigla fala em “seguro quarentena”. A proposta é que a verba seja destinada a beneficiários do Bolsa Família, trabalhadores informais e de baixa renda.

A ideia do PT é evitar que a falta de renda leve as pessoas a saírem de casa para procurar trabalho. O isolamento da população nas residências é medida importante do esforço de contenção do avanço do coronavírus, causador da covid-19.

A população do Brasil é de cerca de 210 milhões. Os 100 milhões citados pelo Partido dos Trabalhadores são quase metade do total de habitantes do país.

A sigla argumenta que outros países adotaram medida similar. Os Estados Unidos, por exemplo, discute pagar U$ 1.200 por adulto e U$ 500 por criança incluídos em programa de enfrentamento aos efeitos da pandemia.

Desde o início do ano, PT e demais partidos de esquerda têm se esforçado para fazer uma oposição propositiva ao governo de Jair Bolsonaro.

A pandemia de covid-19 fez com que boa parte do mundo adotasse políticas de aumento dos gastos públicos para aliviar os efeitos na saúde pública e na economia. Partidos favoráveis à expansão das atribuições do Estado têm mais facilidade em trafegar nesse campo.

A campanha do partido pela proposta conta com a ajuda dos 2 ex-presidentes da República eleitos pela legenda. Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff usaram suas contas no Twitter para divulgar o projeto:


Via PE Notícias 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!