CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

segunda-feira, 23 de março de 2020

Contra coronavírus, Petrolina começa a medir temperatura de quem chega pelo aeroporto e rodoviária


Dando mais um passo no combate ao novo coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Petrolina começou a utilizar termômetros digitais infravermelhos capazes de escanear à temperatura corporal das pessoas que chegarem ao município por meio do Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho. A mesma ação será realizada na rodoviária da cidade a partir da próxima semana.

De acordo com a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, a intenção é estabelecer um monitoramento mais rígido para aferir a temperatura corporal das pessoas que chegam a Petrolina, montando uma barreira sanitária, já que o aeroporto local não conta com profissionais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para fazer esse monitoramento. Quatro equipamentos foram adquiridos pela Prefeitura.

“Esses equipamentos digitais são responsáveis por medir a temperatura dos corpos para detectar alteração de temperatura dos passageiros. Um dos sintomas de pessoas infectadas pelo novo coronavírus é a febre. Caso não tenha êxito, mas ainda assim haja a suspeita da presença do vírus na pessoa, os profissionais da Secretaria de Saúde registram as informações do passageiro e vão manter contato com ele para fazer o monitoramento, além de fazer recomendações como evitar contato com outras pessoas e se manter em isolamento domiciliar por pelo menos 7 dias“, explicou a gestora.

Além de medir a temperatura, os profissionais ainda realizam a higienização das mãos dos passageiros com álcool em gel e distribuem panfletos com informações e orientações sobre a Covid-19. “Mesmo com a informação da suspensão dos voos para Petrolina já nos próximos dias, essa ação será mantida. Ações como essa de combate e prevenção ao coronavírus têm sido adotadas não só no Brasil, mas no mundo todo, tendo em vista a gravidade do problema. Muitos dos passageiros que chegam a Petrolina poderão, ainda, seguir viagem para outros municípios do Vale do São Francisco”, conclui a secretária.

Via PE Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!