CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

domingo, 22 de março de 2020

Ação pede R$ 5 bilhões à China na justiça por gastos do governo brasileiro contra o coronavírus

Coletiva à Imprensa do Presidente da República, Jair Bolsonaro e Ministros de Estado. Foto: Marcos Corrêa/PR

Uma ação popular contra a China foi protocolada na Justiça Federal da 1ª Região. O autor é um contador de Porto Velho, que pede que o país asiático pague R$ 5 bilhões ao governo brasileiro em reparação aos gastos contra a pandemia do coronavírus.

Na ação, que pede especificamente R$ 5.099.795.979,00, o contador afirma que o problema iniciou na China e a indenização irá reparar a”imprudência, negligência e omissão” chinesa diante à pandemia.

“As autoridades brasileiras, especialmente o Procurador-Geral da União pelos meios legais, ainda que pelos meios diplomáticos e legais, podem responsabilizar civilmente a “República Popular da China” pelos danos causados ao patrimônio púbico federal em decorrência da disseminação do Coronavírus (COVID-19), diante da imprudência, negligência e omissão em tomar as iniciativas imediatas com vistas a conter a propagação do Vírus para o restante do mundo, nascendo daí o dever de ressarcir os danos que deu causa ao Brasil”, diz o documento.

O ação é protocolada na mesma semana que o filho do presidente Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro, deu início a uma crise diplomática com a China, após fazer publicações nas redes sociais culpando a China pela proliferação mundial do Covid-19.

“Quem assistiu Chernobyl vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. […] +1 vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. […] A culpa é da China e liberdade seria a solução”, escreveu Eduardo na quarta-feira (18).

Via Varela Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!