CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Policial acusado de feminicídio tem prisão preventiva decretada pela justiça de Paulo Afonso

Arlete Sandra Freire. Foto: Reprodução

O policial militar acusado de feminicídio em Paulo Afonso teve a prisão preventiva decretada na tarde desta quarta-feira (19/02). O homem que não teve o nome divulgado é o suspeito de ter disparado um tiro na cabeça de Arlete Sandra Freire, 43 anos, na noite da última terça-feira, no apartamento do casal, localizado no Condomínio Encontro das Águas, Bairro Jardim Bahia.

A conversão de prisão em flagrante para preventiva foi determinada pela juíza substituta da 1ª Vara Crime da Comarca de Paulo Afonso na audiência de custódia. O PM foi transferido para a Corregedoria da PM em Salvador e de lá para o Centro de Custódia Provisória onde ficará à disposição da Justiça. O policial nega que praticou feminicídio e disse que o tiro foi acidental.

Segundo Antônia Jane, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade, o crime ocorreu durante uma discussão entre os dois. “Foi feito um levantamento local onde o delegado foi e nas primeiras informações colhidas, ele chegou a conclusão que o tiro não foi acidental que ele efetuou um disparo após uma discussão. A polícia civil continua acreditando que ele teve a intenção de matá-la, agora qual o motivo é que por enquanto nós não podemos precisar.” afirmou a delegada da Deam.

Após o disparo, Arlete Sandra Freire chegou a ser socorrida pelo Samu para um hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Sandra e o PM eram casados há 13 anos e tinham uma filha de 11 anos. A mulher também era mãe de um adolescente.

Via ChicoSabeTudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!