CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Petrolândia: Cleiton das Neves parabeniza seu pai Carlos Alberto pelos seus 73 anos; um dos maiores jogadores de futebol da Velha Cidade


Olá me chamo Cleiton Alberto das Neves; venho por meio de seu Blog que sou leitor, e que percebi desde o inicio que você é bom com as palavras, e tem boa desenvoltura nas entrevistas.

Quero parabenizar homenagear meu querido velho pai... Carlos Alberto das Neves, conhecido como Carlinhos de Velozo) pelos seus 73 anos, comemorado nessa segunda-feira (10). Como bom estudioso da Biblia que o senhor é.... O tempo e os anos se passaram, mas passaram-se dentro da perfeição e do proposito de Deus para conosco.

Admiro pela simplicidade, pelo caráter, pela dignidade e por ser tão discreto... Mesmo porque não a nada há se preocupar e nem a encontrar, a não ser a nossa inquietude.

Homenagear meu querido velho pai, temo que falar de futebol, sua, minha nossa paixão, e como bons flamenguistas que somos... E quero aproveitar a oportunidade e o momento para fazer jus e observações sobre o futebol da Velha Petrolândia... Para darmos continuidade as nossas vidas é de suma importância que saibamos de nossa história, das nossas raízes... Os precursores, o primeiro time de futebol da Velha Petrolândia, chama-se Sport Club Petrolândia, e que já levava o público ao campo, e o segundo chama-se Central. E porque não o de maior relevância, onde aí sim começou o auge do futebol de Petrolândia, jogando por toda a região, já eram avançados para a época, pois já treinavam com material próprio para treino, e o mais impressionante os jogadores tinham salários. Na sequência veio não menos importante, o Independente, Pelotas e os demais. E o meu pai fazia parte desse timaço que era o Central, como zagueiro, mas conhecido como canela de birro).


Conte-se que o Santa Cruz na época foi jogar na Velha Petrolândia, e o jogador do Santa Cruz chamado Luciano, deu três banhos de cuia em meu pai, mas no andamento da partida, meu pai pegou a bola, chamou o atleta rival e descontou os três banhos de cuia... Coisas do futebol.

Se meu pai não foi o melhor em sua posição no futebol petrolandense, está entre os melhores,

Deus abençoe meu pai e a todos nós em Nome de Jesus e Maria.

Texto escrito por Cleiton Alberto das Neves/Fotos: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!