CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Cervejas artesanais pernambucanas podem ser consumidas, garante associação


As cervejas artesanais pernambucanas estão aptas para serem consumidas sem preocupação. É o que garante comunicado divulgado pela Associação Pernambucana de Cervejas Artesenais (Apecerva) nessa terça-feira (14). O alerta em torno da bebida é motivado pelo caso de pelo menos uma morte provocada pela contaminação de cervejas da mineira Backer. Ao todo, 17 casos de intoxicação foram notificados em Minas Gerais.


Investigações apontam que em alguns lotes de marcas da cervejaria Backer foi encontrada a substância dietilenoglicol, uma anticongelante que seria usado no resfriamento de serpentinas no processo. Segundo a Apecerva, que afirmou ter realizado consultas com os associados, a indústria pernambucana utiliza álcool etílico na fabricação.


A associação ainda se solidarizou com as vítimas e as famílias do caso Backer. "Apoiamos o posicionamento da Abracerva [Associação Brasileira de Cervejas Artesanais] sobre a proibição formal pelos órgãos competentes do uso de dietilenoglicol por qualquer cervejaria. Afirmamos que estamos acompanhando as investigações de perto e precisamos de cautela pra aguardar o desfecho das investigações", afirma a nota da Apecerva.

Por: Portal FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!