CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

domingo, 29 de dezembro de 2019

Homem é preso após sequestrar o primo de 12 anos no município de Serrita, PE

Sequestro foi cometido na Rua Vicente Brás, no Centro de Serrita — Foto: Reprodução / Google Street View

Um homem foi preso após sequestrar o primo de 12 anos no município de Serrita, no Sertão de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Militar, na quinta-feira (26), João Edson Wanderley de Terto Alves, 21 anos, se trancou na casa da vítima, amarrou a criança em seu corpo e, com duas facas e um fio desencapado, ameaçou matar a vítima e se matar em seguida. O autor do sequestro foi preso após a polícia invadir a residência onde ele mantinha o primo como refém, que fica na Rua Vicente Brás, no Centro.

Segundo a polícia, João Edson dizia que estava cometendo o crime para se vingar da família. O autor do sequestro alegava que teria sido abandonado pelos familiares após cometer um homicídio, que teria sido praticado para vingar a morte do pai. O sequestrador tem passagem pelo sistema prisional, além de ser usuário de drogas.


Durante o sequestro, uma equipe do Grupo de Apoio Tático Itinerante do 8º BPM (GATI) e especialistas do Gabinete de Gerenciamento de Crises estiveram no local para ajudar nas negociações. Parentes, amigos e o padre da cidade também tentaram convencer João Edson a liberar a vítima, mas sem sucesso.

Os policiais entraram na casa onde estava acontecendo o sequestro quando, segundo a polícia, o criminoso disse “agora vocês vão ver, vou matar a criança”. Segundo a polícia, em função da grave ameaça à vítima, a porta da casa foi arrombada e, em uma ação rápida, um dos policiais acertou um tiro em João Edson, conseguindo encerrar o sequestro.

A criança foi liberada e entregue aos pais. O sequestrador foi levado para o Hospital Regional Inácio de Sá e, posteriormente, transferido para a cidade de Petrolina onde permanecerá sob custódia do Estado.

O crime foi registrado na Delegacia da cidade, onde foi instaurado Inquérito. As duas facas citadas foram apreendidas e entregues na delegacia.

Do G1/Petrolina 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!