CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Em discurso na Câmara, Vereador Evaldo Nascimento, declara sua insatisfação com o não pagamento dos precatórios do Fundeb pelo município de Petrolândia [Vídeo]

Discurso do Vereador de Petrolândia 'Evaldo Nascimento'/Foto: Alex Santos

O Vereador Evaldo Nascimento (PSD) em seu discurso no Plenário Ver. Pedro Cavalcante da Silva, em Sessão Ordinária realizada no último dia 13 de novembro, na Câmara Municipal de Petrolândia, declarou entre outros assuntos a sua insatisfação com o não pagamento dos precatórios do Fundeb pelo município de Petrolândia.

Nas palavras do Vereador Evaldo: “Temos algo em torno de vinte milhões de reais de precatórios de Fundeb pra receber. Está em conta judicial, alguns municípios, alguns prefeitos e algumas prefeitas já se disponibilizaram a fazer o projeto, mandar pra câmara e encaminhar pra justiça pra homologar, com a intenção de ratear parte desse recurso em 60% com os professores, aqui não se manifestou favorável em nada” declarou Evaldo.

Sobre a casa utilizada temporariamente como sala de aula pelos alunos da Escola Municipal Aveloz devido ao atraso na obra de reforma e ampliação do prédio da escola, o professor Evaldo Nascimento externou sua indignação com as condições as quais os alunos e professores estão sendo submetidos diariamente: “Dezessete alunos, vereador, numa sala de três (metros) por três. A lei determina que cada um  aluno  fique e um metro quadrado! Na escola, na casa alugada para suprir a necessidade da escola Aveloz na agrovila quatro, é uma sala de três por três! Nove metros quadrados pra ter um quadro, uma lousa, um professor e dezessete alunos, e pasme vereador, não tem um ventilador!” declarou.

Sobre o transporte universitário, Evaldo Nascimento criticou os cortes da prefeitura no pagamento do transporte universitário prejudicando centenas de alunos que não têm condições de pagar pelo transporte: “Estivemos, vereador, reunidos essa semana aqui nessa casa com o pessoal do transporte universitário. Eu estive em Floresta conversando com os vereadores numa audiência pública sobre os precatórios do Fundeb e agente conversou com o prefeito, lá o prefeito paga cem por cento dos ônibus [...] pra Serra talhada, cinco ônibus! Quatro, cinco ônibus, três quatro ônibus pra Belém, cem por cento! Aqui a prefeitura cortou os os cem por cento deixou só cinquenta... mais de cem (alunos) desistiram!”  

E finalizou seu discurso cobrando humanismo na gestão pública, e que os recursos públicos devem ser prioridade no atendimento aos que têm menos condições: “Se não dá pra todo mundo pague daqueles que não têm condições de jeito nenhum! Porque aí você vai tá atendendo a quem o serviço público realmente deveria atender [...] Se o recurso não dá pra trezentos, priorize os cem que não tem outro meio, pra que esse não abandone o sonho!” encerrou o vereador recebendo aplausos dos presentes na sessão.


Vídeo:


Redação: Ronald Torres/Colaborador|Vídeo: Adrian Ramon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!