CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CODIGO ADSENSE SITE RÁPIDO

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

"Até então ninguém sabia se Fabiano era governo ou oposição; sabia?", declarou o ex-prefeito de Petrolândia 'Lourival Simões' em entrevista [Parte-1]

Entrevista com o ex-prefeito de Petrolândia 'Lourival Simões'/Foto: Reprodução

No último sábado (28) o blog PN Petrolândia Notícias, através do blogueiro Alex Santos, entrevistou o ex-deputado estadual, e ex-prefeito de Petrolândia, Lourival Simões.

Na 1º parte da entrevista, Lourival falou sobre sobre seus três anos afastados da política local, onde durante suas colocações afirmou dentre outros assuntos, que está auxiliando o governador Paulo Câmara, e o seu partido PSB, na condução da eleição municipal na região do Sertão de Itaparica. 

A repeito de críticas sobre a gestão do governado Paulo Câmara, Lourival defendeu dizendo: "Com relação a saúde do estado de Pernambuco, a gente tem que fazer a seguinte colocação. O IBVASF recebe recursos do governo do estado pra atender parte dessa demanda. Nos estamos em Serra-Talhada com parte da construção do hospital do sertão, que deve vim a ser inaugurado a previsão de entrega desse hospital que era um sonho do povo do sertão, é ser bem atendido próximo da sua localidade. E agente tem que entender que você não pode simplesmente que toda cidade do estado tenha uma estrutura que consiga atender todas as demandas. Desde da consulta simples até leitos de UTI. Por que o SUS ele não aguenta essa conta, a grande verdade é essa".

Perguntado sobre violência, e indagado a respeito da reforma do prédio da Delegacia de Polícia Civil de Petrolândia que atualmente está de portas fechadas, Lourival disse: "As notícias que nos temos é que vieram agora reformando algumas cadeias, e algumas delegacias. Então essas reestruturação de algumas delegacias, primeiro se buscou mostrar resultados. Por que assim não que não seja importante, é importante uma boa estrutura para você atender. Mas agente não tinha um situação confortável nem na própria delegacia regional, lá foi reformada e entregue a pouco tempo".

Indagado sobre os grupo políticos, briga interna com a prefeita Jane, e possível candidatura a prefeito, Lourival respondeu: "Vou responder de maneira clara e objetiva, a candidata a prefeita é Jane. Até segunda ordem digamos assim, a candidata é ela Alex. Obviamente cabe a oposição causar intriga. Mas tem uma coisa interessante o governo tá causando mas intriga de quê a oposição, é um negócio arretado. Eu acho que as pessoas estão falando demais, digo o governo. E a minha posição sempre foi a mesma isso que eu estou lhe dizendo, seja pública ou até no privado. Agora caso ela não tenha um interesse em disputar a eleição, podemos estudar a possibilidade de Lourival ser o candidato". 

Perguntado se a prefeita Jane se mostrou sem interesse, Lourival declarou: Eu acredito que ela é a candidata, a candidata é ela até ela dizer que é ela. Independente até ela falar se é, ou não, é". Ainda sobre a possibilidade da candidatura, Lourival destaca: "Candidato de todo jeito Alex. Não sou menino! Não cheguei aonde cheguei, até hoje graças a Deus, fazendo política na base da infantilidade, emprenhando pelos ouvidos de jeito nenhum. Política para mim é uma coisa que é macro, que é maior, politica para mim é uma coisa dinâmica. Política é uma coisa que é hoje, e não, é amanhã. 

Sobre grupos de oposição, Lourival falou: "E a oposição ela tá certa, não tá errada não, A oposição Alex, ela tem que se movimentar mas cedo inclusive. E assim quem é oposição em Petrolândia? A grande pergunta era essa. Por quê não se sabe tava todo mundo calado. A única oposição declarada era Dr. João".

Perguntado sobre Fabiano ser visto como oposição Lourival respondeu: "Agora pelo que você tá dizendo pelos movimentos recentes. Até então ninguém sabia se Fabiano era governo ou oposição; sabia? Eu acho que as pessoas devem observar esse tipo de coisa, dinâmica, diferente. Então assim na verdade eles tem que partirem antes, o governo se decide depois do Carnaval, não tem para quê antecipar esse tipo de discussão, antecipar antes do carnaval é uma loucura. Digamos assim é primário demais. A oposição não, a oposição tem que se mexer, fazer zuada, barulho tá em blog, tá em instagram. Tem que fazer isso por quê não tem ação, Tem que fazer o que tem zuada, espuma, fumaça, tem que fazer esse tipo de coisa. Tem que andar caminhar, não que o governo não tenha que fazer, mas o governo faz diferente o governo anda com ações, e outros andam com fumaça fazendo barulho. Então assim essa é a função de oposição em qualquer situação".

A entrevista foi dividida em três partes; acompanhe a 1º parte:


Por Redação/Foto: Reprodução


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!