CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Polícia apreende documentação acerca da existência de funcionários fantasmas e uso indevido do dinheiro público pela Câmara de Vereadores de Tacaratu, no Sertão de PE

Fotos:

Na manhã desta quinta-feira dia (24), Policiais Civis da Delegacia da 189ª CP de Tacaratu,  no Sertão pernambucano, coordenados pelo Delegado Edvaldo Veiga, na companhia do Delegado Seccional, Ariosto Esteves, e dos demais Delegados: Daniel Angeli e Roberto Fonseca, bem como do Comandante da 4ª CIPM, CORONEL ALEXINO, e suas respectivas equipes de policiais, deram cumprimento ao mandado de busca e apreensão, expedido pelo Juízo da Comarca, tendo como alvo a Câmara Municipal de Vereadores do município de Tacaratu.

A investigação se iniciou através de requisição ministerial, a qual informa ter recebido denúncia apócrifa acerca da existência de funcionários fantasmas e uso indevido do dinheiro público pela Câmara de Vereadores do município.

Os policiais se apresentaram na Câmara Municipal às 09:07 horas, estando presente naquela unidade parlamentar tão somente a tesoureira, MARIA DAS GRAÇAS ARAÚJO DE OLIVEIRA, a qual desempenhava a função de secretaria da câmara, na oportunidade.

Foi solicitado a presença do Presidente da Casa legislativa, bem como do Assessor jurídico do órgão, para que eles pudessem acompanhar a busca, porém, após o transcurso de 50 minutos, e sem que os solicitados estivessem chegado, deu-se início às buscas.

Inicialmente, a Sra. Maria das Graças e a servidora comissionada Ana Regina, a qual compareceu por volta de 09:30 horas, acompanharam a diligência, tendo o Presidente da Câmara e o Assessor Jurídico comparecido após o início do cumprimento e acompanhado até o seu final.

Foi solicitados dos presentes, que eles indicassem onde estariam os documentos confeccionados pelos servidores comissionados indicados pela autoridade policial, porém, foi informado que tinham apenas 5 rascunhos, escritos à mão, e que após a formalização deles, o que era feito por outro servidor, os rascunhos eram destruídos.

Foi apreendido os seguintes objetos:

2 livros de presença dos servidores públicos
1 equipamento DVR-captura de vídeo, marca IVIO
1 envelope contendo relatório de servidores que receberam diárias à mais e solicitando devolução
5 pastas de assentamentos funcionais dos servidores
4 pastas, com denominações diversas

Toda ação policial foi registrada por meio de vídeo e fotografias.

Via: O Povo com a Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!