CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Pessoas com TV na cabeça distribuem TVs velhas em quintais nos EUA

Pessoa misteriosa com macacão azul deixou os aparelhos/Foto: Reprodução/Twitter

Não era Natal, nem foi o Papai Noel, mas moradores de pelo menos 50 casas do condado de Henrico, na Virgínia, Estados Unidos, receberam TVs velhas em seus quintais durante o fim de semana. Ainda mais curioso que os "presentes" distribuídos são quem os entregou: alguém com uma televisão na cabeça. 

O flagrante foi feito por câmeras de segurança e ainda não se sabe o motivo do ocorrido. A polícia acredita que a ação foi feita em grupo, já que os aparelhos foram colocados em um intervalo de uma hora durante a madrugada. 

Em entrevista ao The Washington Post, o tenente do departamento de polícia local, Matt Pecka, informou que várias chamadas sobre as TVs foram feitas pelos moradores no domingo (11) - coincidentemente Dia da Televisão no Brasil.

Câmera de segurança flagrou a ação curiosa - Imagens: Reprodução/Twitter

"Todo mundo começou a sair de suas casas, andando pela vizinhança olhando para as TVs lá na porta", disse Jeanne Brooksbank, uma das moradoras que foi 'presenteada'. "Parecia [a série] 'Além da Imaginação'. Cada casa recebia exatamente uma TV, cuidadosamente colocada de modo a ficar voltada para dentro, em direção à porta, disse a moradora. 

As imagens divulgadas mostram alguém vestido com um macacão azul, luvas pretas e botas marrons. Com um aparelho de TV colocado na cabeça, se abaixa e deixa uma outra TV antiga no quintal da casa. A pessoa ainda dá tchau para câmera. "Foi único", exclamou o tenente Pecka. Ele ainda disse que, caso os culpados forem identificados, podem enfrentar acusações de jogar lixo em propriedade privada e descarte ilegal.

Os policiais recolheram os aparelhos e o município irá reciclá-los. O departamento não pretende continuar com as investigações do caso, embora as autoridades encorajem os moradores a contatar a polícia caso isso aconteça novamente.

Via FolhaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!