CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Protesto contra construção de usina nuclear em Itacuruba ocorrerá nos dias 15 e 16 de junho


Pastorais sociais da Diocese Floresta, Associação Pró-Vida, Conselho Indigenista Missionário e a Comissão Pastoral da Terra do Regional NE2 realizam nos dias 15 e 16 de junho um protesto contra a construção de uma usina nuclear em Itacuruba. O movimento ocorrerá nos municípios de Mirandiba, Carnaubeira da Penha, Floresta e Itacuruba.

De acordo com o coordenador das Pastorais Sociais da Diocese Floresta e presidente da Pró-Vida, padre Luciano Aguiar, a manifestação começa no dia 15 com uma caminhada saindo de Mirandiba para Carnaubeira da Penha. Na chegada haverá um ato público. Em seguida, o grupo segue para Floresta.

Na madrugada do dia 16, os manifestantes partem da ‘Terra dos Tamarindos’ para Itacuruba, onde ocorrerá a culminância do protesto, das 10h às 15h. Diversas lideranças religiosas, indígenas e populares irão se pronunciar contra o projeto de construção da usina no município.
Padre Luciano e Dom Fernando/Foto: Divulgação

No dia 22 de maio, os organizadores da manifestação pediram apoio ao arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. Expressaram preocupação com os impactos socioambientais que podem ser gerados pela instalação da usina em Itacuruba. Dom Fernando garantiu contribuir, promovendo um diálogo entre os manifestantes, representantes do empreendimento e do Governo de Pernambuco, para que detalhes do projeto sejam esclarecidos.


Programação

Haverá uma grande caminhada iniciando no dia 15/06 às 05:00 AM em Mirandiba - PE em direção a Carnaubeira da Penha - PE, onde haverá um encontro, logo após seguirá para Floresta - PE, na qual terá uma grande passeata. No dia 16/06 sairão às 05:00 AM de Floresta - PE em direção à Itacuruba - PE, onde haverá um grande encontro de protesto.

Por Redação/Alvinho Patriota/Informações: Cláudia Leal - Vice-Presidente da Associação PROVIDA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!