CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

sábado, 22 de junho de 2019

Grave acidente na BR-101 da Paraíba deixa uma vítima pernambucana


Um grave acidente foi registrado na manhã desta sexta-feira (21), no km 47 da BR-101, próximo a entrada de Capim de Mamanguape, entre Natal (RN) e João Pessoa (PB), envolvendo três vítimas naturais do Recife. Uma delas, uma mulher de identidade ainda não informada com 75 anos, veio a óbito no local. Um segunda mulher, que fará 52 anos na próxima segunda (24), foi socorrida em estado grave para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Um homem, identificado por Paulo de Sena, 52 anos, e que seria o condutor do veículo, sofreu escoriações e também foi socorrido. A placa do carro onde estavam as três vítimas é PCE-9070, do Recife, do modelo Sportage.


Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) da Paraíba, o motorista de um Jeep Renegade com placa de Natal, um policial militar de 22 anos, teria perdido o controle do veículo após ter sido trancado por uma Hilux que passava pelo local. “Ao perder o controle, ele teria colidido com o Sportage, que estava parado no acostamento da rodovia federal. Paulo de Sena havia parado o carro para urinar e as duas passageiras, que ficaram dentro do automóvel, foram atingidas pelo Renegade”, informou a PRF. 

A senhora de 75 anos estava no banco traseiro enquanto a mulher em estado grave estava sentada na frente ao lado do banco do motorista. “O Jeep Renegade arrastou o Sportage por 45 metros e o ponto de impacto foi justamente em cima da senhora, que faleceu na hora”, disse a Polícia Rodoviária Federal. 


A velocidade desse trecho da BR-101 é de 100 km/h. “A Polícia Civil abriu inquérito para investigar se o motorista do Renegade, que mora em Natal e trabalha em Pernambuco, estava em velocidade acima da permitida e se a versão apresentada por ele está correta. Mas sabemos que ele estava em alta velocidade pela distância de arrasto”, acrescentou a PRF. O motorista do Renegade também será ouvido pela Polícia Civil e a PRF vai subsidiar a Polícia Civil na ação penal. Ambos motoristas, o do Renegade e o do Sportage, foram submetidos a teste com etilômetro e nenhum dos dois havia ingerido álcool. Paulo de Sena é construtor civil e sua esposa, que está em estado grave, é funcionária pública. 

Via Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!