CLIMAGEM

CLIMAGEM

TRINDADE MÓVEIS

TRINDADE MÓVEIS

JAQUES ATUALZADO

JAQUES ATUALZADO

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CHURRASCARIA E HOTEL NILSON

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

CONVENIÊNCIA BODEGA DA VILLA

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Após sentir joelho, Neymar fica fora de treino da Seleção

Neymar está em tratamento com o setor de fisioterapia/Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O atacante Neymar está fora do treino da Seleção Brasileira desta quarta-feira (29). O jogador ainda se recupera de um desconforto no joelho esquerdo, sentido durante a atividade da terça (28). O camisa 10 passou por exames depois do treinamento, sob a fiscalização do médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Lasmar.

De acordo com Lasmar, o atleta permanece com dores no joelho esquerdo e por isso não treinará em campo. Ele permanece em tratamento com o setor de fisioterapia da CBF e fará atividades na academia. Segundo a CBF, o jogador seguirá em observação, passando por avaliações diárias.

O atacante Gabriel Jesus, companheiro de Neymar no ataque e amigo pessoal do jogador, disse que vê o atleta bem fisicamente. "Óbvio que não está 100%, mas está uns 90%. Ele está bem, muito bem, para a nossa felicidade", apontou Jesus.

Assim, a princípio, a comissão técnica não está preocupada em ter que perder Neymar para a Copa América. Mesmo assim, vai aguardar os exames. O atacante sentiu o joelho após trocar de chuteiras e chutar uma bola. Deixou a atividade antes do fim, com direção aos vestiários, demonstrando dores.

Nesta quarta, chegaram o zagueiro Miranda e o meia Lucas Paquetá. Eles se juntaram ao elenco que já estava em Teresópolis à disposição de Tite.

Neymar já enfrentou problemas recentes por lesões. No começo de 2019, ficou afastado por dois meses por fratura no quinto metatarso do pé direito. No ano passado, o jogador enfrentou a mesma contusão, passando, inclusive, por procedimento cirúrgico. Ele voltou a jogar às vésperas da Copa do Mundo da Rússia. Também em 2018, se ausentou do Paris Saint-Germain em seis partidas, em períodos distintos do ano, por dores na coxa direita, além de um jogo por dores na costela.

Neymar se juntou ao elenco da seleção brasileira no último sábado (25), em um helicóptero particular. No dia seguinte, foi avisado por Tite que não seria mais o capitão da seleção brasileira, após indisciplina no PSG. O lateral Daniel Alves, 36, herdou a faixa. Mesmo assim, o jogador não demonstrou incômodo com a perda da braçadeira. Daniel Alves é um de seus melhores amigos no futebol.

Por: Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!